Studio Geremia: mesmo cenário, vários noivos - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Memória24/06/2019 | 07h00Atualizada em 24/06/2019 | 07h00

Studio Geremia: mesmo cenário, vários noivos

Paisagens exóticas e fundos neutros compuseram registros de casamento de centenas de clientes

Studio Geremia: mesmo cenário, vários noivos Studio Geremia / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação/Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação
Década de 1940: os noivos Carmen Maria Piccoli e Adelino Aguzzoli; e Agenor Lahm dos Reis e Ivonne Lucia Triches dos Reis Foto: Studio Geremia / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Você já olhou para uma foto antiga de estúdio e teve a impressão de conhecer aquele cenário de fundo? Não se trata de impressão. Paisagens exóticas, com janelas, colunas, rendas, cortinas, nuvens e céu enfumaçado davam o tom etéreo dos paineis que compunham a sala de retratos do antigo Studio Geremia, fundado por Giacomo Geremia em 1910 – e posteriormente mantido pelo filho Ulysses até o fechamento, em 1997.

Na década de 1940, por exemplo, o fundo desfocado reproduzindo uma porta entreaberta, em meio a flores e a uma cadeira, eternizou dezenas de noivos, conforme vemos na seleção abaixo.

Leia mais:
Para recordar do Studio Geremia
Studio Geremia, parceiro da coluna Memória
Dia das Mães: um registro no Studio Geremia

O clássico cenário na Sala de Retratos, dotada de claraboia, na década de 1940Foto: Studio Geremia / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação
Os noivos Francisco Alberti e Lilia Rizzana, em 12 de janeiro de 1945Foto: Studio Geremia / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação
Os noivos Ione Frezza dos Reis e Valdemar dos Reis, em 13 de setembro de 1946Foto: Studio Geremia / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação
Os noivos Nair Angelina Tronca (Nina) e Américo Joaquim dos Reis, em 19 de novembro de 1948Foto: Studio Geremia / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação
Os noivos Carmen Maria Piccoli e Adelino Aguzzoli em 12 de maio de 1943Foto: Studio Geremia / Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Para a posteridade

Toda essa composição foi detalhada no livro O Instante e o Tempo - A Fotografia em Caxias do Sul (1885-1960), lançada pelo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami em 2015.    

"Para a composição do cenário, (Giacomo Geremia) fazia uso de fundos neutros ou paisagens exóticas. Fazia parte da encenação o braço recostado sobre o pedestal, a cabeça reclinada sobre a mão, o olhar fixo para o que está logo atrás da câmera; estatuetas, guardanapos rendados, genuflexório, móveis, lareira, brinquedos. Os efeitos de iluminação ficavam por conta da claraboia existente no teto da sala de retratos (...) Fazer o retrato para a posteridade 'no Geremia' tornou-se um hábito perpetuado através das gerações".

Os noivos Agenor Lahm dos Reis e Ivonne Lucia Triches dos Reis, em 25 de janeiro de 1947 Foto: Studio Geremia / Acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação
Os noivos Balduino Onzi e Luiza Radaelli Onzi, em 27 de setembro de 1947Foto: Studio Geremia / Acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação
Os noivos Mario Angelo Sebben e Clarice Maria Peccin, em 16 de novembro de 1946Foto: Studio Geremia / Acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação
Os noivos Alberto Frederico Guerra e Maria Canale Guerra, em 30 de setembro de 1941Foto: Studio Geremia / Acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami, divulgação

Leia mais:
Livro O Instante e o Tempo: uma cidade, múltiplos olhares
Instantes e tempos eternizados: a trajetória dos fotógrafos de Caxias do Sul de 1885 a 1960  
Santa Lúcia do Piaí pelas lentes de Fiorentino Cavalli  
Santa Lúcia do Piaí: um fotógrafo e um distrito eternizado  
A trajetória do fotógrafo Giovanni Batista Serafini
Jacob Kappes, entre agulhas e fotografias
O interior pelas lentes de Valério Zattera
Caxias pelas lentes do fotógrafo Reno Mancuso
Mauro De Blanco e O Inferno de Dante em 1952
Sisto Muner e a construção da Igreja Matriz de Galópolis em 1947  
O interior da Serra pelas lentes de Rodolfo Balzaretti

Participe

Você possui fotos antigas feitas no Studio Geremia, com os antigos paineis e objetos que compunham os cenários? Envie para o e-mail acima, com data e identificação. Elas serão publicadas em breve.

Leia mais:
Família Tonolli no Studio Geremia
Studio Geremia: o encontro da família Soldatelli
Família de Ciro Rech e Rosina Bisol no Studio Geremia
Cerro da Glória: família de Giuseppe Guerra em 1936
O álbum de família de dona Dilva Conte

Confira outras publicações da coluna Memória
Leia antigos conteúdos do blog Memória  

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros