Anúncios da Indústria Caxiense de Molduras nos anos 1950 - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Memória03/08/2020 | 15h41Atualizada em 03/08/2020 | 17h12

Anúncios da Indústria Caxiense de Molduras nos anos 1950

Boa parte das residências de Caxias tinha algum quadro com molduras saídas da empresa fundada em 1942, ainda na Rua Olavo Bilac

Anúncios da Indústria Caxiense de Molduras nos anos 1950 Jornal Pioneiro/Reprodução/Reprodução
Foto: Jornal Pioneiro/Reprodução / Reprodução

Todo mundo já teve ou conheceu alguém que decorou - e ainda decora - a casa com aquelas clássicas estampas do Sagrado Coração de Jesus. Além dessa imagem, fizeram a fama de tantas outras gravuras, fotografias e pinturas da época os belíssimos acabamentos em madeira e os adornos e ornamentos em massa plástica produzidos pela Indústria Caxiense de Molduras. 

Surgida em 1942, a partir da mudança de nicho da firma de móveis e esquadrias José Tomé & Cia, a Indústria Caxiense de Molduras teve destacada atuação a partir do final da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), sob a direção do fundador José Tomé, dos sócios e diretores Ottone Bassanesi, Silvio Da Ré, Abel e Sady Zattera, e, logicamente, de quase todos os filhos de seu José e dona Júlia. Entram aí os irmãos Maria Santina, Eugênio, Inês, Ítalo, Edda Elza, Mário Matheus, Dázia, Dúnia, José Antonio (Zito) e Humberto Valério Tomé, falecido na última quarta-feira, aos 83 anos.

Leia mais
Hermínio Bassanesi e uma vida atrelada às artes

 anúncios da Indústria Caxiense de Molduras nos anos 1950 e 1960<!-- NICAID(14559335) -->
Foto: Jornal Pioneiro / Reprodução
 anúncios da Indústria Caxiense de Molduras nos anos 1950 e 1960<!-- NICAID(14559337) -->
Foto: Jornal Pioneiro / Reprodução
 anúncios da Indústria Caxiense de Molduras nos anos 1950 e 1960<!-- NICAID(14559339) -->
Foto: Jornal Pioneiro / Reprodução

Há 70 anos

Na seleção desta página, alguns anúncios garimpados em edições do Pioneiro dos anos 1950, destacando os desenhos artísticos, o acabamento finíssimo e os modelos ovais produzidos no primeiro endereço da fábrica, na Rua Olavo Bilac, 63. 

Com a expansão, a empresa construiu posteriormente novos pavilhões na Av. Rio Branco, em frente à antiga Vinícola Mosele (atual Receita Federal). 

 anúncios da Indústria Caxiense de Molduras nos anos 1950 e 1960<!-- NICAID(14559340) -->
Foto: Jornal Pioneiro / Reprodução

Leia mais
Carro alegórico da Vinícola Mosele em 1961
Rua Olavo Bilac e suas antigas vinícolas
Cooperativa Vinícola Caxiense e o lendário Vinho Casto
Você é um morador "raiz" do bairro rio Branco? Faça o teste
Demolição da Vinícola Mosele em 1981

Confira outras publicações da coluna Memória
Leia antigos conteúdos do blog Memória

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros