Você é um "morador raiz" do bairro Rio Branco? - Cidades - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Memória09/07/2019 | 06h30Atualizada em 11/07/2019 | 19h46

Você é um "morador raiz" do bairro Rio Branco?

Confira alguns locais, costumes e personagens que fizeram e fazem história

Você é um "morador raiz" do bairro Rio Branco? Acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami / divulgação/divulgação
A Igreja Imaculada Conceição e a Rua General Sampaio nos anos 1970 Foto: Acervo Arquivo Histórico Municipal João Spadari Adami / divulgação / divulgação

A coluna desta segunda deu a largada, a partir de uma foto aérea do bairro Rio Branco feita em meados da década de 1950. Muita gente se confundiu, alguns quebraram a cabeça, outros tantos acertaram em cheio. 

Tratava-se da Rua General Sampaio, com o antigo convento dos freis capuchinhos, o prédio da Editora e Tipografia São Miguel e a igreja velha, na esquina com a General Mallet (posterior Colégio Santo Antônio), anos antes do surgimento da nova Igreja da Imaculada Conceição, em 1961 (sequência abaixo).

Leia mais:
Bairro Rio Branco: o Convento Imaculada Conceição em 1954
Freis Capuchinhos no Seminário Nossa Senhora Aparecida em 1939
Encontro da Associação Juvenil Esperança e ex-coroinhas dos Capuchinhos
Ginásio do Colégio Santo Antonio em 1968
Formatura do Ginásio do Colégio Santo Antonio em 1966
Demolição da Vinícola Mosele em 1981 

A igreja velha (à esquerda), a Editora São Miguel, o convento e a construção da nova igreja, em 1959Foto: Studio Geremia / Paróquia dos Freis Capuchinhos, divulgação
A Rua General Sampaio e a construção da nova igreja, por volta de 1960Foto: Studio Geremia / Paróquia dos Freis Capuchinhos, divulgação
A Rua General Sampaio e a construção da nova igreja, no início de 1961Foto: Studio Geremia / Paróquia dos Freis Capuchinhos, divulgação

 Teste

Dando sequência às lembranças afetivas dos leitores, a exemplo da recente coluna sobre o bairro São Pelegrino, perguntamos: você é um morador raiz do bairro Rio Branco? Teste seus conhecimentos e marque se você conheceu, frequentou ou frequenta algum desses locais.

A lista abaixo também agrega personagens icônicos e comportamentos típicos do bairro – quem aí nunca buscou água na gruta dos Capuchinhos? 

Leia mais:
Hotel Avenida: um clássico da Avenida Rio Branco
Incêndio atinge casarão histórico da Avenida Rio Branco
Cabrera e o cachorro Max, dois personagens icônicos do bairro Rio Branco

::A lista

:: Mercearia Oliboni
:: Joalheria Aver
:: Lojas São Francisco
:: Auto Travi
:: Gruta dos Capuchinhos
:: Bica d’água dos Capuchinhos
:: Caramanchão e roseiras da gruta
:: Sorveteria IOB
:: Convento da Imaculada Conceição
:: Tipografia e Editora São Miguel
:: Arcanjo São Miguel (no telhado)
:: Correio Riograndense
:: Livraria São Miguel
:: Vinícola Mosele
:: Massas Adelina
:: Bangu
:: Colégio Aristides Germani
:: Indústria de Molduras Caxiense
:: Rádio São Francisco
:: Catequese no subsolo da igreja
:: Frei Leão
:: Frei Ambrósio
:: Frei Wilson
:: Bar Cacique
:: Az de Ouro
:: Super Calcagnotto
:: Cooperativa Vinícola Caxiense (Rua Olavo Bilac)
:: Caravelle
:: Banca de revistas na esquina da Rio Branco com Sarmento Leite (Seu Farioli)
:: Guaritas do quartel na calçada
:: Barbearia Pinguim
:: Massas Nona Julia
:: Clube Reno
:: Restaurante Pégasus
:: Floricultura Rio Branco
:: Lojas Arno
:: Hotel Avenida, da família Casara, na esquina da Olavo Bilac (pegou fogo)
:: Cabrera e o cão Max
:: Cinema Paroquial
:: Árvores ao lado da igreja
:: Padaria Rio Branco
:: Bomba de gasolina próxima à padaria Rio Branco
:: Armazém Onzi
:: Pizzaria Serenella
:: Juventus
:: Restaurante Rech
:: Marmoraria Facchin
:: Conte Cabeleireiros
:: Disco Miro
:: Relojoaria Suíça
:: Padaria Estrela
:: Funilaria Conceição
:: Igreja velha
:: Colégio Cenecista Santo Antônio
:: Súper Buffon (Supermercado Rio Branco)
:: Armazém Scola
:: Farmácia Central
:: Emílio Emoldurações
:: Pappatuti
:: Foto Studio 7
:: Pizzaria Giordani
:: Casa Prataviera (Avenida Rio Branco esquina com Miguel Muratore)
:: Caixa d’água dos Capuchinhos
:: Ferragem Rio Branco
:: Armazém Tonietto
:: Armazém do Silvino Pasquali  (esquina da Rio Branco com a General Sampaio)
:: Armazém do Piti  
:: Armazém do Mazzochini (Av. Rio Branco em frente ao Colégio Aristides Germani)
:: Armazém Dossin
:: Ferraria Rech
:: Palácio das Molas
:: Loja Paravisi
:: Armazém Mezzomo
:: Padaria Paniz
:: Armazém do Cappelaro
:: Colégio Clemente Pinto
:: Colégio Nossa Senhora de Fátima
:: Ginásio de Esportes São Boaventura
:: Eletrônica Menegotto
:: Borracharia 007
:: Dentista Jaime Pergher
:: Relojoaria Bonatto
:: Padaria Dona Morena
:: Colégio Dom Vital
:: Farmácia do Edegar
:: Casa da Rapadura
:: Bar da Curva

Leia mais:
Barbearia Pinguim, clássico da Avenida Rio Branco
Memória dos Capuchinhos: 25 anos sem o Frei Ambrósio Tondello  
Brechó São Lucas: um templo para garimpar no Museu dos Capuchinhos  
Vocé é um morador raiz de São Pelegrino?
Leitor envia fotos comparativas do bairro São Pelegrino em 1950 e 2019
Se diz cria de Caxias, mas...  
Bassanesi: uma molduraria e uma vida atrelada às artes
Rua Coronel Flores pavimentada em 1942 

Confira outras publicações da coluna Memória
Leia antigos conteúdos do blog Memória  

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros