Empresário Humberto Tomé morre em Caxias do Sul  - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Pandemia29/07/2020 | 20h10Atualizada em 30/07/2020 | 13h21

Empresário Humberto Tomé morre em Caxias do Sul 

Ex-presidente do Consepro tinha 83 anos e estava internado no Hospital da Unimed

Empresário Humberto Tomé morre em Caxias do Sul  Roni Rigon/Agencia RBS
Ele era fundador e presidente da indústria de autopeças Tomé S.A Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

O empresário Humberto Valério Tomé morreu no início da noite desta quarta-feira (29) aos 83 anos. Ele estava internado na UTI do Hospital Unimed, em Caxias do Sul, desde o dia 1º de julho, com coronavírus. Segundo familiares, ele não tinha outras comorbidades. 

Tomé era empresário, fundador e presidente da indústria de autopeças Tomé S.A. Era conhecido também por seu envolvimento junto ao Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública e Proteção Social (Consepro). Além disso, era membro do Conselho Superior da Câmara da Indústria, Comércio e Serviços (CIC) e ex-presidente do Rotary Club. 

Leia mais:
Prefeitura de Caxias do Sul confirma 2.826 moradores positivos para o coronavírus

— Ele foi uma figura muito conhecida na cidade, sempre teve envolvimento comunitário importante. Além disso, era meu cunhado e se transformou, ao longo dos tempos, em uma pessoa amiga. A gente se admirava e se respeitava. Certamente vamos sentir a falta dele — afirma o também empresário Astor Schmitt.

Tomé teve quatro filhos: Cassandra, Humberto Tomé Filho, Samuel e Rafael (já morto).

Essa é a 51ª por coronavírus em Caxias.

Leia também
Moradores são retirados de duas casas que ficam nas margens do Rio das Antas devido infiltração em barragem da Serra 


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros