Polícia afirma que cinco homens presos e adolescente apreendido em Caxias integram mesma facção criminosa - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Prisão25/09/2019 | 10h46Atualizada em 25/09/2019 | 12h46

Polícia afirma que cinco homens presos e adolescente apreendido em Caxias integram mesma facção criminosa

Jovem de 19 anos detido nesta terça teria admitido que aparece em vídeos divulgados nas redes sociais

Polícia afirma que cinco homens presos e adolescente apreendido em Caxias integram mesma facção criminosa Reprodução/WhatsApp
Criminosos espalharam vídeos ostentando armamento pesado e ameaçando rivais Foto: Reprodução / WhatsApp
Pioneiro
Pioneiro

O delegado Adriano Linhares, da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), assegura que as inciativas para coibir as ações do crime organizado continuam em Caxias do Sul.  

As prisões mais recentes ocorreram na noite desta terça-feira (24) quando dois jovens, de 26 e 19 anos, foram presos por volta das 20h, na Rua Agostinho Peves, no bairro Petrópolis.  Outros três homens foram presos e um adolescente apreendido na última sexta (20), em duas casas numa área conhecida como Burguinho, no bairro Salgado Filho. 

 Leia mais  
Dois jovens são presos por posse de arma de fogo e receptação de veículos  
Após vídeos com fuzil, Polícia Civil cogita transferências de líderes de facção para cadeias de maior segurança
Após exibição de armas em vídeos, BM prende grupo criminoso em Caxias do Sul
Tiros e casas incendiadas: últimas mortes em Caxias teriam sido ordenadas por facção  

O grupo pode ser o mesmo que aparece nas imagens divulgadas na última semana pelas redes sociais, em que encapuzados repetem o nome de uma facção e sugerem o fim da "trégua" na guerra pelo tráfico de drogas na cidade. Um dos presos, um jovem de 19 anos, teria confessado participação no vídeo.

— A informação que se tem é que todos os presos fazem parte de um mesmo grupo criminoso. Agora vamos continuar buscando provas e investigando qual a participação de cada um nessa organização— explica o delegado.

Conforme investigadores da Polícia Civil, a veiculação dos vídeos  tinha a intenção de assustar moradores, comerciantes e rivais. As ordens para divulgar as imagens teriam partido dos líderes da facção criminosa, que cumprem pena de dentro de presídios no Estado. 

Leia também  
Polícia prende segundo envolvido em assassinato de agricultor em Monte Belo do Sul
Idosa perde R$ 20 mil em golpe do bilhete premiado em Caxias

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros