Diocese de Caxias formará diáconos para ajudar padres nas comunidades da Serra - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 

Religião01/09/2018 | 10h30Atualizada em 01/09/2018 | 11h55

Diocese de Caxias formará diáconos para ajudar padres nas comunidades da Serra

Escola formará diáconos que atuarão na Diocese

Diocese de Caxias formará diáconos para ajudar padres nas comunidades da Serra Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Aulas ocorrerão no Seminário Nossa Senhora Aparecida Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Desde que a Diocese de Caxias do Sul comunicou que não recebe mais seminaristas internos no Seminário Nossa Aparecida, em Caxias do Sul, algumas iniciativas têm deixado cada vez mais claro o novo posicionamento da Igreja Católica diante de seu público. Na igreja contemporânea, é possível que condutas diferentes sejam acrescidas ao dia a dia do catolicismo. Exemplo: seminaristas ingressam na caminhada sacerdotal cada vez mais velhos, há padres com formação acadêmica nada usual ou ainda é encaminhada a consolidação do diaconado, que permite que homens casados sejam mais atuantes e até líderes de comunidades religiosas. 

Leia mais:
Seminário Nossa Senhora Aparecida, em Caxias, não formará mais seminaristas

Uma das iniciativas mais concretas e inéditas na Serra é a implantação do diaconado permanente na Diocese de Caxias do Sul. Ou seja: leigos que trabalharão nas paróquias e poderão conduzir batismos, matrimônios e sepultamentos. Um diácono pode ter uma esposa, desde que tenha casado antes da ordenação. Também pode exercer funções administrativas na igreja. Além disso, pode estabelecer parcerias com entidades comunitárias, empresariais e órgãos públicos e cooperar para ações de caridade, ou que resultem em benefícios à comunidade. Para que sejam formados diáconos nos 32 municípios da Diocese, uma equipe trabalhará na Escola de Dioconado, que será instalada no Seminário Nossa Senhora Aparecida.

— A criação dessa escola mostra uma igreja aberta ao sopro do Espírito Santo, e que pensa verdadeiramente na comunhão. O ministério, tanto sacerdotal quanto diaconal, não é um status, é um serviço. Tanto que a palavra "status", do grego, significa "serviçal"— avalia o pároco-geral da Diocese, Leonardo Pereira.

Não há data para que a escola entre em funcionamento. No entanto, a equipe que coordenará esse processo já está tomando forma. Assim que definidas as regras e disciplinas do formato que a escola funcionará, o material deverá passar pela aprovação e análise dos padres da Diocese. O diácono pode surgir por indicação da comunidade, apresentado por um padre ou bispo, ou por iniciativa própria. O período de preparo para o diaconado é de, em média, quatro anos. Os encontros podem ser divididos por módulos ou semanais, segundo padre Leonardo.

— Todas as comunidades estão sendo atendidas, mas poderiam ser atendidas melhor com a ajuda de um diácono. Ele é uma vocação da igreja, que Deus dá ao homem, de querer servir. Ele pode ser um líder de uma comunidade que não tem ninguém, onde o padre vai raras vezes. O diácono permanente se desenvolveu mais nas regiões onde havia falta de padres, por isso aqui não teve — explica o bispo diocesano dom Alessandro Ruffinoni.

OS DIÁCONOS

:: Em Caxias, não há diáconos atuando. Será, portanto, a primeira vez que uma escola formará líderes, que podem ter mulher e família, para ajudar padres e bispos nas comunidades. 

:: O diácono deverá passar por um período de preparação, estimado em quatro anos, em aulas que serão ministradas no Seminário Nossa Senhora Aparecida.

:: Um diácono pode celebrar casamento, batismo e cerimônias fúnebres. Ele não pode consagrar a eucaristia, mas ajuda na leitura do Evangelho, por exemplo.

:: Já existem escolas de diáconos em Novo Hamburgo e Santa Maria. 

:: A idade canônica para ordenação é de 25 anos para solteiros e 35 para casados, mas, em Caxias, deve ser superior. O diácono precisa ter independência econômica-financeira, e escolaridade mínima de Ensino Médio. 

:: A dedicação pode ser integral ou exclusiva, sendo considerado voluntário.

:: Não há previsão de data para o início da escola diaconal.

 Leia também
Rota Nova, em Caxias, está fora do perímetro de entregas, segundo Correios 
Caxias do Sul vai prorrogar campanha de vacinação contra o sarampo e a pólio 


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros