Custo máximo para operação da UPA Zona Norte, de Caxias, será de R$ 1.880 milhão por mês  - Cidades - Pioneiro

Saúde pública14/07/2017 | 15h13Atualizada em 14/07/2017 | 15h13

Custo máximo para operação da UPA Zona Norte, de Caxias, será de R$ 1.880 milhão por mês 

Edital para selecionar empresa que administrará Unidade foi publicado nesta sexta 

Custo máximo para operação da UPA Zona Norte, de Caxias, será de R$ 1.880 milhão por mês  Felipe Nyland/Agencia RBS
Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

O edital de procedimento seletivo simplificado para escolher a organização que vai administrar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Zona Norte, em Caxias do Sul, foi publicado nesta sexta-feira. São quatro empresas qualificadas para participar do processo: Associação Farroupilhense Pró-Saúde, Instituto Acqua - Ação, Cidadania, Qualidade Urbana e Ambiental, Instituto de Gestão e Humanização, Pró-Saúde - Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar. As informações são da Gaúcha Serra.

Leia mais
Reforma da Escola Cristóvão de Mendoza aguarda liberação de verbas pelo governo do Estado 
Prefeitura pretende lançar até sexta edital para selecionar entidade da UPA zona norte
Secretária da Saúde de Caxias ainda não conhece a UPA Zona Norte

O custo com Plano Pré-Operacional, que inclui gastos com PPCI e com a implantação de um circuito de videomonitoramento, está estimado em R$ 83.763. O Plano Operacional, que contempla as despesas para implementação e execução das atividades, prevê custo máximo de R$ 1.880.863 milhão por mês. No total, o edital prevê um investimento da prefeitura de R$ 22.654.119,08 por ano.

O processo estabelece ainda atuação de sete clínicos gerais durante as 24 horas de atendimento — quatro durante o dia e três à noite; dois pediatras; e um dentista por 12 horas diárias. 

As empresas vão apresentar propostas às 9h do dia 27 de julho, na Central de Licitações da prefeitura. O vencedor pode ser conhecido no mesmo dia, caso não ocorram recursos. A operação da UPA começa em, no máximo, 45 dias depois da publicação da súmula do contrato na imprensa oficial. 

A administração municipal estabeleceu prazo até o final de setembro para colocar a Unidade em funcionamento.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros