17ª edição do Tapete Mágico estreia nesta terça-feira, em Caxias do Sul - Cultura e Tendência - Pioneiro

Versão mobile

Incentivo à leitura18/04/2017 | 07h00Atualizada em 18/04/2017 | 07h00

17ª edição do Tapete Mágico estreia nesta terça-feira, em Caxias do Sul

Projeto, que neste ano terá a peça "A Leitura é o Melhor Remédio", está completando mais de 120 mil crianças e jovens atendidos

17ª edição do Tapete Mágico estreia nesta terça-feira, em Caxias do Sul Maíla Facchini/divulgação
"Doutores" do grupo Vivandeiros da Alegria prometem uma injeção de literatura (e de risadas) na criançada Foto: Maíla Facchini / divulgação
Maristela Scheuer Deves
Maristela Scheuer Deves

maristela.deves@pioneiro.com

A leitura é o melhor remédio, defende a peça que o grupo Vivandeiros da Alegria apresenta, a partir desta terça-feira, dentro da 17ª edição do Tapete Mágico. Até o dia 27, essa "receita literária" será passada para 7.240 crianças e adolescentes de 55 escolas, no Teatro Pedro Parenti, pelo divertido Dr. Paracetamol Verissimo, para quem os livros são uma solução infalível. Aliás, o próprio Tapete Mágico poderia ser considerado um tratamento e tanto: uma das mais tradicionais ações de incentivo à leitura em Caxias do Sul, ele está totalizando, neste ano, 120 mil estudantes atendidos.

— Esse projeto desperta no leitor a experiência lúdica, por meio da linguagem do teatro e da música — resume a diretora do Departamento do Livro e da Leitura, Maria Cristina Tiburi Pisoni.

Leia também:
Comemore com uma boa leitura o Dia Nacional do Livro Infantil
Agenda: Cinemóvel leva cinema para crianças de escolas públicas em Caxias
Livro "[Re]Descobrir" marca a culminância do projeto Limpa Caxias
Feira do Livro de Caxias volta para a Praça Dante Alighieri em 2017

Sempre disputadíssimo (em cerca de uma semana de inscrições, todas as vagas de agendamento para as escolas foram preenchidas), o Tapete Mágico nasceu em 2001 no âmbito da Biblioteca Municipal. De lá para cá, cresceu, integrou-se ao Programa Permanente de Incentivo à Leitura (PPEL), passou a ser apresentado por grupos teatrais da cidade, e agora toma ares de atividade preparatória para a 33ª Feira do Livro — tanto que a tradicional sessão aberta ao público em geral será realizada em outubro, durante a Feira.

Nesta edição, estão sendo atendidas 43 escolas municipais, oito estaduais, uma particular e três de educação infantil, além do Instituto Elisabetha Randon. Quem ficou na lista de espera, explica Maria Cristina, terá seu espaço garantido em outra atividade de incentivo à leitura que ocorre em maio, a Maratona de Contação de Histórias.

Embora esteja estreando no Tapete Mágico, a peça A leitura é o melhor remédio já tem alguns anos de estrada. Unindo elementos do circo, do teatro, do clown e dos contos populares — além de um nome que mescla medicamento e literatura —, o "doutor" interpretado por Roger Castro surgiu em 2013. Se lá para cá, o personagem fez sucesso em programações literárias e até mesmo empresas Estado afora.

Nas três sessões diárias do Tapete Mágico, o espetáculo será adaptado para o público infantil, e os "médicos" Paracetamol Verissimo e Amoxilina Quintana prometem ministrar à gurizada boas doses de literatura — e de risadas.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comFeirão de imóveis pretende aquecer as vendas em Caxias do Sul https://t.co/TduwhbQiu5 #pioneirohá 32 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comCrise, diminuição das doações e dos recursos vêm forçando instituições de Caxias a replanejar ações https://t.co/16T5Z5cqRC #pioneirohá 1 horaRetweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros