Acesse a nova ferramenta do Pioneiro e acompanhe o prefeito Daniel Guerra, de Caxias - Política - Pioneiro

Transparência03/05/2017 | 07h01Atualizada em 03/05/2017 | 09h24

Acesse a nova ferramenta do Pioneiro e acompanhe o prefeito Daniel Guerra, de Caxias

Pioneiro cria ferramenta online para conferir as ações e polêmicas do governo municipal

Desde a terça-feira, as ações de governo e temas polêmicos que envolvem o prefeito de Caxias do Sul, Daniel Guerra (PRB), poderão ser acompanhadas em uma ferramenta online criada pelo Pioneiro. O material foi publicado originalmente no dia 10 de abril, quando a nova administração completou 100 dias e agora recebe uma versão online batizada com o nome "Os anos Guerra". A partir desta semana, passa a ter atualização permanente.

Leia mais:
Ex-vice-prefeito de Caxias tem convicção de vitória em processo
Nome de Sartori deve ser confirmado à reeleição em abril ou maio 
Parecer do MP é pela anulação de ofício que extinguiu mandato do vice-prefeito 
Olhômetro, a ferramenta digital que acompanha a produção dos vereadores


A compilação de informações vai permitir que os leitores acompanhem os principais momentos do mandato em uma linha do tempo no pioneiro.com. As ações de governo estão identificadas na cor verde, enquanto as polêmicas estão na linha vermelha. A ferramenta reúne reportagens e fotos com os conteúdos produzidos pela redação do Pioneiro. O leitor também terá a opção de conferir a avaliação dos 11 vereadores líderes dos partidos que compõem a Câmara de Vereadores, de presidentes de entidades e da população sobre os 100 dias da atual administração.

Os anos Guerra

Guerra acumulou diversas polêmicas neste período inicial de governo. Entre elas, a cobrança do ponto biométrico para os médicos que desencadeou o pedido de reajuste salarial e, até o momento, três greves dos profissionais. Além disso, houve o rompimento da relação político-administrativa do prefeito com o vice Ricardo Fabris de Abreu (PRB) após o anúncio de renúncia, no dia 6 de março e a reconsideração, no dia 21 de março. O ápice da briga ocorreu quando o chefe de gabinete de Guerra, Júlio César Freitas da Rosa, assinou um ofício comunicando a extinção do mandato do vice. Todos os capítulos da novela da renúncia de Fabris e a revisão de seu posicionamento estão no infográfico.

Apesar das muitas frentes de conflito, Guerra também cumpriu com as primeiras promessas de campanha até os primeiros 100 dias de sua administração. Entre as de maior impacto positivo para os caxienses estão a redução do índice da tarifa de água de 8,11% para 6.45%, a manutenção do valor da tarifa do transporte coletivo urbano em R$ 3,40, agora questionada pela Justiça, e o anúncio da compra de 1,3 mil vagas para alunos da educação infantil. Guerra também extinguiu a verba de representação de 50% dos cargos de confiança (CCs) e liberou o segundo corredor de ônibus para o tráfego de veículos, bem como as conversões à direita nas ruas Sinimbu e Pinheiro Machado.

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros