Depois de denúncia, polícia apreende arma usada por suspeito de feminicídio em Caxias - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

 Crime12/11/2019 | 07h07Atualizada em 12/11/2019 | 19h15

Depois de denúncia, polícia apreende arma usada por suspeito de feminicídio em Caxias

Funcionária pública foi morta a tiros logo depois de participar de uma audiência de conciliação com o ex-marido

Depois de denúncia, polícia apreende arma usada por suspeito de feminicídio em Caxias Divulgação / Arquivo pessoal/Arquivo pessoal
A funcionária pública Ereni dos Santos, 42, foi morta a tiros no bairro Desvio Rizzo, em Caxias do Sul Foto: Divulgação / Arquivo pessoal / Arquivo pessoal

Depois de receber uma denúncia, a Brigada Militar (BM) apreendeu a arma que teria sido usada no assassinato da funcionária pública Ereni dos Santos, 42 anos, em Caxias do Sul. Ela foi morta a tiros no início da tarde desta segunda-feira (11), no bairro Desvio Rizzo,  logo após participar de uma audiência de conciliação, para acertar a divisão de bens, com o ex-companheiro, um homem de 62 anos, principal suspeito de ter cometido o crime.

Leia mais
"Ela estava feliz, se sentindo livre" relata irmã de mulher morta a tiros em Caxias do Sul
Identificada mulher morta a tiros em Caxias do Sul
Mulher é morta a tiros em Caxias do Sul e ex-companheiro é o principal suspeito 

De acordo com o registro policial , o suspeito do feminícidio abandonou a arma, um revólver calibre 38 em uma chapeação no bairro Desvio Rizzo. Ainda conforme a ocorrência, outra equipe da Brigada Militar (BM) esteve na casa do irmão do suspeito de cometer o crime, onde apreendeu o registro da arma e algumas munições de calibre 38.  A arma foi apreendida por volta das 16h e apresentada na Central de Polícia de Caxias do Sul.

Ereni foi atingida por pelo menos cinco disparos de arma de fogo efetuados pelo motorista de uma caminhonete, que a fez parar o carro na Rua Avelino José Lora por volta das 13h de segunda. O suspeito fugiu do local. Ereni nasceu em Nonoai e cresceu em uma família de seis irmãos, na cidade de Santiago. Ela deixa os pais, irmãos além dos filhos: uma menina de 13 anos e um menino de 4. 

Ela trabalhava como secretária na Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Leonor Rosa, no Desvio Rizzo. Segundo consta na página da escola no Facebook, não haverá aulas nesta terça-feira (12). Conforme a Secretaria Municipal da Educação (Smed), a comunidade escolar programou uma homenagem para Ereni. 

 O sepultamento ocorre  às 16h, desta terça-feira (12) no Cemitério Santos Anjos, em Caxias. 

Leia também
Morador de rua é esfaqueado no bairro Charqueadas em Caxias
Homem morre em acidente na ERS-122, em Caxias
Placa de bronze de monumento de Caxias do Sul é furtada


 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros