Pacientes internados por síndrome respiratória são a maioria em UTIs da Serra - Geral - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Pandemia06/07/2020 | 13h25Atualizada em 06/07/2020 | 13h25

Pacientes internados por síndrome respiratória são a maioria em UTIs da Serra

São 67 pessoas com diagnóstico confirmado de coronavírus e 21 com suspeita da doença ou de outra SRAG

Pacientes internados por síndrome respiratória são a maioria em UTIs da Serra João Teixeira / Divulgação/Divulgação
UTI no Hospital de Gramado, ampliada durante a pandemia, é a que tem a maior taxa de ocupação nesta segunda Foto: João Teixeira / Divulgação / Divulgação

O final de semana foi de inversão no perfil de internados por coronavírus nas unidades de terapia intensiva (UTI) na Serra. A quantidade de pacientes com covid-19 chegou a 67 nesta segunda-feira (6). Outros 21 têm suspeita da doença ou de outra Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). São, portanto, 88 internados em terapia intensiva dentro dessas características. O número é maior que o daqueles que estão em tratamento por outras doenças, um total de 82, e representa um incremento em relação ao final da semana passada.

Na manhã de sexta-feira (3), eram 76 pacientes com alguma SRAG ou confirmação de coronavírus, enquanto 80 tinham outros problemas de saúde. Os dados fazem parte do monitoramento do governo do Estado. Com o aumento das internações pelo coronavírus e também por outras doenças, a taxa de ocupação de vagas de UTI adulta nesta manhã saltou para 69%, enquanto estava em 65% no final da semana passada. São 170 leitos com pacientes.

Leia mais
Aumenta ocupação de leitos de UTI na Serra

Nos últimos três dias, a região também ganhou novas vagas em UTIs. No final da semana passada, eram 242. Agora, são 245 – três novas unidades foram abertas em Caxias do Sul, que concentra 135 leitos de terapia intensiva. Apesar do esforço dos municípios para abrir leitos de UTI, a taxa de ocupação tem se mantido acima dos 60% nos últimos 15 dias. A registrada nesta manhã (69%) é a maior das últimas duas semanas.

Esse percentual é um dos parâmetros avaliados pelo Estado no sistema de distanciamento controlado. Na semana passada, a prévia mostrou que a região de Caxias, que congrega 49 municípios, entra na bandeira vermelha a partir desta terça-feira (7), o que impõe mais restrições às atividades econômicas, como o fechamento do comércio não essencial. No entanto, a Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne) recorreu da decisão, argumentando que há inconsistência nos dados usados.

Taxa de ocupação nas UTIs por município:
Caxias do Sul – 72% dos 135 leitos ocupados
Bento Gonçalves – 62% dos 50 leitos ocupados
Farroupilha – 67% dos 18 leitos ocupados
Garibaldi – 60% dos 10 leitos ocupados
Vacaria – 57% dos 14 leitos ocupados
Gramado – 89% dos 18 leitos ocupados

Leia também
Exército descarta instalação de ponte móvel na RS-448, entre Farroupilha e Nova Roma do Sul
Secretaria da Saúde de Caxias faz alerta para documento falso sobre tratamento contra a covid-19
"Ela implorou pela vida", diz tio que socorreu sobrinha após explosão de lareira em Lagoa Vermelha

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros