Voluntários da saúde avaliam moradores de rua nos Pavilhões da Festa da Uva, em Caxias do Sul  - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Ação social17/05/2020 | 12h34Atualizada em 17/05/2020 | 13h29

Voluntários da saúde avaliam moradores de rua nos Pavilhões da Festa da Uva, em Caxias do Sul 

ONG Médicos de Rua desenvolveu ação em parceria com a Secretaria Municipal da Saúde 

Voluntários da saúde avaliam moradores de rua nos Pavilhões da Festa da Uva, em Caxias do Sul  Nívea dos Santos da Rosa/Divulgação
Foto: Nívea dos Santos da Rosa / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

Uma ação entre a Secretaria Municipal da Saúde e a ONG Médicos de Rua viabilizou o atendimento clínico para cerca de 30 pessoas abrigadas nos Pavilhões da Festa da Uva, em Caxias do Sul. A atividade ocorreu na manhã deste domingo (17).  

Nívea dos Santos da Rosa, diretora da Rede de Atenção Psicossocial da SMS, diz que o trabalho era para ter sido realizado ainda em março, data do início do abrigamento de moradores de rua, mas isso não foi possível por conta de questões burocráticas e do avanço da pandemia do coronavírus

Três médicos e 12 acadêmicos de Medicina, duas psicólogas, dois acadêmicos de Psicologia e duas farmacêuticas participam da ação. A quantidade de voluntários foi menor do que o habitual para evitar aglomerações. Além de examinar os pacientes e emitir receitas, o grupo também proporcionou a escuta dos pacientes. A Cruz Vermelha também participa da ação. 

- A maioria é dependente de substância psicoativa, a psicologia dá o suporte. O objetivo é que se faça avaliação não só da parte da clínica, mas que se possa dar encaminhamento para um especialista, se tiver algum usuário apresentando sintoma gripal - explica Nívea. 

A intenção é dar continuidade ao trabalho e facilitar a vinculação dos moradores de rua com a rede e com a própria ONG Médicos de Rua, que atua em Caxias desde maio do ano passado. A atividade que une acadêmicos e médicos voluntários contribui com o processo de formação dos estudantes e leva a saúde integral, por meio do atendimento multidisciplinar, de forma gratuita. O foco é a saúde mental, mas a atividade promove encaminhamentos para outras especialidades de acordo com os diagnósticos.  

Em breve, os 40 moradores de rua abrigados nos Pavilhões serão transferidos para um prédio no bairro Cinquentenário.  

Leia também
Secretaria da Saúde de Caxias do Sul confirma dois novos casos de coronavírus
Motorista morre em capotamento na RS-126, em Ibiraiaras
Estátua centenária de Nossa Senhora de Caravaggio visita hospitais da Serra

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros