Confira como será o concurso internacional que avaliará 744 amostras de vinho em Bento Gonçalves   - Economia - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Vitivinicultura08/10/2020 | 19h22Atualizada em 09/10/2020 | 07h45

Confira como será o concurso internacional que avaliará 744 amostras de vinho em Bento Gonçalves  

Brazil Wine Challenge vai ocorrer de forma presencial, entre os dias 13 e 16

Confira como será o concurso internacional que avaliará 744 amostras de vinho em Bento Gonçalves   Jeferson Soldi/Divulgação
Foto: Jeferson Soldi / Divulgação

De 13 a 16 de outubro, 57 avaliadores vão degustar 774 amostras de 16 países, no 10º Brazil Wine Challenge — Concurso Internacional de Vinhos do Brasil, no Centro Empresarial de Bento Gonçalves. A promoção é da Associação Brasileira de Enologia (ABE). Apesar do contexto da pandemia, o evento é presencial e deverá respeitar as normas estabelecidas pelo Governo do Estado, além das regras de distanciamento e de convivência, como a sugestão de as pessoas não se cumprimentarem com contato físico. Para a degustação, conforme o protocolo do concurso, os jurados serão dispersos em mesas individuais, distantes, no mínimo 2 metros, uns dos outros. O Brazil Wine Challenge é um evento fechado, apenas para convidados, e não permite acesso ao público em geral.

Leia mais
Qualidade da uva coloca a safra 2020 como a melhor dos últimos anos na Serra Gaúcha
A bebida da quarentena: venda de vinhos cresce durante a pandemia

Daniel Salvador é o presidente do Brazil Wine Challenge e da Associação Brasileira de Enologia (ABE), que promove o evento. Para ele, além de o concurso ser o único chancelado pela Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV) e pela União Internacional de Enólogos (UIOE), o Brazil Wine Challenge é relevante por inserir o país no mercado mundial.

— Quando se organiza um concurso internacional, não se fala isso por apenas termos amostras de vinhos de vários países, mas é também uma forma de se destacar grandes produtos do Brasil. É muito importante termos elementos de comparação entre os nossos produtos e os vinhos de outros países — argumenta Salvador.

O Brazil Wine Challenge conta com um sistema de avaliação informatizado, implantado ainda na edição de 2010, garantindo maior agilidade e segurança na captação e tabulação dos dados. 

— Adotamos protocolos de concursos internacionais, que são extremamente técnicos em que a degustação é secreta, sem que o avaliador saiba de que país é o vinho ou de que vinícola — explica.

Presidente da Associação Brasileira de Enologia (ABE), enólogo Daniel Salvador<!-- NICAID(14519915) -->
Daniel Salvador: presidente do Brazil Wine Challenge e da Associação Brasileira de Enologia (ABE)Foto: Jeferson Soldi / ABE,Divulgação

Quando perguntado se haverá vinhos ou espumantes com uvas desta safra de 2020, cuja expectativa é altíssima quanto à qualidade, Salvador desconversou.

— Não tenho ciência de que os grandes vinhos da safra de 2020 teriam sido engarrafados a tempo. Mas creio que boa parte dos vinhos e espumantes "ligeiros" podem surpreender se tiverem sido inscritos — acredita Salvador, citando que há uma grande expectativa por parte dos consumidores e produtores de que esta é a "safra das safras", por conta do contexto climático favorável à uma melhor qualidade da uva.

Outro aspecto a ser destacado nesta edição é o aumento no número de mulheres entre as degustadoras, passando de oito, em 2018, para 13, nesta edição. 

— A participação das mulheres no mundo do vinho está cada vez mais presente, seja como enóloga, seja como apreciadora, mostrando suas habilidades e sensibilidade na arte de degustar e elaborar. Abrir mais espaço para as mulheres é também reconhecer o espaço por elas conquistado neste universo que, historicamente, sempre foi mais masculino — defende Salvador.

A Associação Brasileira de Enologia promove ainda a Avaliação Nacional de Vinhos Safra 2020, que neste ano não será presencial, e poderá ser assistida pelas redes sociais da entidade, no dia 7 de novembro, a partir das 17h.

 — Tivemos nesta edição um recorde de amostras em um momento em que estamos vivendo uma fase de maior procura por vinhos, e o setor, mesmo durante a pandemia, tem se tornado altamente produtivo, com um comércio acelerado. Há uma grande expectativa no ar, porque todos querem manter esse bom momento ou até superá-lo — diz Salvador, esperançoso. 

Protocolos obrigatórios do Governo do Estado para a realização do Brazil Wine Challenge:

Uso de máscara.

Dispenser de álcool em gel 70% na entrada.

Higienizar, após cada uso, durante o período de funcionamento e sempre quando do início das atividades, as superfícies de toque.

Higienizar, a cada três horas, durante o período de funcionamento e sempre quando do início das atividades, os pisos, as paredes, os forro e o banheiro, preferencialmente com água sanitária ou outro produto adequado.

Manter em locais estratégicos cartazes contendo informações sanitárias sobre higienização e cuidados para a prevenção à covid-19.

Encaminhar, imediatamente, para atendimento médico os empregados que apresentem sintomas de contaminação pelo novo coronavírus.

Regras de distanciamento

Demarcar posições no chão para preservar o distanciamento físico mínimo obrigatório de 2 metros nas filas de acesso ao evento, balcões de credenciamento, central de atendimento ao cliente e expositor, ou qualquer situação com possível formação de filas.

Organizar e orientar o fluxo de pessoas para entrada e saída com sentido único, de forma escalonada, com intervalo de tempo suficiente para dispersão dos participantes.

Público sentado, respeitar os 4 metros quadrados por pessoa e afastamento de 2 metros entre elas.

Manter portas e janelas abertas, com ventilação adequada, exceto em locais em que não seja permitido por questões sanitárias.

Adotar sistema de ventilação com renovação contínua de ar.

Manter limpos filtros e dutos de ar condicionado.

Agenda

O quê: 10º Brazil Wine Challenge — Concurso Internacional de Vinhos do Brasil.

Quando: 13 a 16 de outubro de 2020.

Onde: Centro Empresarial de Bento Gonçalves.

Promoção: Associação Brasileira de Enologia (ABE).

Leia também
Mercopar terá rodadas de negócios presenciais e virtuais
Panvel assume operações da rede Tacchimed de Bento Gonçalves
Ministro da Infraestrutura projeta início de obras do Aeroporto Regional da Serra Gaúcha para 2022
"Não foi fácil", diz Daniel Randon sobre decisão de fechar a primeira unidade do conglomerado


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros