Caxienses vão gastar R$ 9 milhões em compras virtuais - Economia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Comércio21/11/2018 | 16h34

Caxienses vão gastar R$ 9 milhões em compras virtuais

A previsão é do site que idealizou o Black Friday no país e está baseada na movimentação do ano passado na cidade

Caxienses vão gastar R$ 9 milhões em compras virtuais Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Os caxienses devem gastar cerca de R$ 9 milhões em compras online nesta sexta-feira (23), nas promoções do Black Friday. A estimativa é do site idealizador do evento www.backfriday.com.br, do portal Busca Descontos.

Os números estão baseados no histórico de acessos e se referem ao faturamento gerado no e-commerce, ambiente virtual, da compras realizadas pelos consumidores caxienses. No ano passado, os negócios fechados chegaram perto dos R$ 7 milhões, crescimento de 16% em relação a 2016.

—Trouxemos o evento para o Brasil em 2010 e estamos acompanhando seu crescimento — destaca o diretor do blackfriday.com.br,  Ricardo Bove. 

E acrescenta:

— Os valores são calculados somente para as compras durante a sexta-feira (23).

Em Caxias do Sul, várias lojas já exibem promoções sobre o evento desde o início do mês. No ambiente virtual, 38% das vendas ocorrem durante o mês de novembro, principalmente nesta quinta-feira e sábado e domingo pós evento. 

— A maioria dos descontos, no entanto, acontecem na sexta-feira negra — ressalta Bove. 

Segundo o portal, os consumidores gaúchos vão movimentar R$ 137 milhões e, no país, o montante deve passar de R$ 2,5 bilhões.  

Estimativa um pouco menor da divulgada pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), que prevê movimentação de R$ 2,8 bilhões — crescimento de 16% em relação ao evento de 2017.


Dicas para comprar de forma segura

O Procon terá cinco equipes fiscalizatórias atuando nas lojas de Caxias nesta sexta-feira. Confira as dicas para uma compra segura.  

1. Consulte a lista de sites não recomendáveis do Procon (www.caxias.rs.gov.br/procon).

2. Salve ou imprima tudo que comprove a compra: oferta, pedido, comprovante de pagamento, contrato e anúncios publicitários.

3. Caso a página estiver instável ou se o preço variar durante a compra, salvar as informações e registrar sua reclamação no fornecedor.

4. O fornecedor deve encaminhar a confirmação do pedido.

5. Acompanhar todas as etapas e prazos de entrega do pedido. Qualquer irregularidade deve ser questionada diretamente ao fornecedor.

6. No caso de compras por telefone ou por internet, o consumidor tem até sete dias para cancelar, isento de qualquer cobrança, incluindo frete. O fornecedor deve informar a administradora do cartão para o devido estorno do valor pago.

7. O usuário pode reclamar pelos próprios sites nos quais efetuou as compras. Os fornecedores devem responder e resolver as reclamações no prazo razoável.

Compras presenciais

1. Acompanhe o preço dos produtos antes da Black Friday.

2. Lembre-se de que o preço promocional não afasta direitos: a oferta deve ser cumprida de acordo com a divulgação.

3. As informações sobre preço, frete e prazo de entrega devem estar em destaque.

4. Examinar a compra imediatamente quando da entrega para pronta reclamação, de modo a não perder o prazo.

5. O consumidor deve certificar-se das cláusulas constantes no contrato de compra, como garantia legal do produto. Nos casos em que o fornecedor ofertar a garantia estendida, é importante que o consumidor observe a real necessidade de adquiri-la. Na verdade, "garantia estendida" é um contrato de seguro opcional ao consumidor que, frente à garantia legal, é completamente desnecessário. Independente disso, não pode ser exigida como condição de venda, pois caracterizaria venda casada, proibida por lei.

Fonte: Procon Caxias. 


Leia também:  
Caxienses pretendem gastar, em média, R$ 662 na Black Friday
Comércio caxiense abre 300 vagas temporárias


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros