Fimma Brasil aposta nas inovações e já negociou mais de R$ 10 milhões em Bento Gonçalves - Economia - Pioneiro

Setor moveleiro31/03/2017 | 10h07Atualizada em 31/03/2017 | 11h50

Fimma Brasil aposta nas inovações e já negociou mais de R$ 10 milhões em Bento Gonçalves

Já foram realizadas 1,2 mil rodadas de negociações na feira, que se encerra nesta sexta-feira

Fimma Brasil aposta nas inovações e já negociou mais de R$ 10 milhões em Bento Gonçalves Felipe Nyland / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Felipe Nyland / Agência RBS / Agência RBS

Mais de R$ 10 milhões já foram efetivados na Fimma Brasil 2017, que se encerra nesta sexta-feira em Bento Gonçalves. Os dados foram divulgados pelo presidente da feira, Rogério Francio, e pelo presidente da Movergs, Volnei Benini. O número refere-se a 1,2 mil rodadas de negócios concretizados na Fimma – 50% a mais do que a eição de 2015. Outros R$ 60 milhões estão previstos para serem concretizados nos próximos 12 meses, a partir dos encontros promovidos na feira.

— Está sendo o ânimo dos moveleiros que, nos últimos dois anos, sofreram muito com a crise — ressaltou Francio.

Leia mais
Caxias ganha pub do futebol que homenageia Zico
Nova medida de crédito deve impulsionar a construção civil na Serra
Festimalha espera vender cerca 450 mil peças em Nova Petrópolis


A Fimma é uma vitrine de novidades. Nos corredores do Parque de Eventos predominam profissionalismo, superação, inovação e oportunidades. Os 360 expositores mostram o que há de mais inovador na indústria moveleira.

É o caso da Artecola Química, empresa gaúcha de Campo Bom, que lidera o mercado de adesivos e participa da feira desde a sua primeira edição. Este ano, trouxe para a Fimma o adesivo hot melt, indicado para colagem de todos os tipos de fita de borda. O segredo do produto está na otimização. Ele não precisa ser dissolvido em nenhum tipo de líquido, nem solvente, nem água. Isso elimina riscos de incêndios e tem rendimento 70% superior aos demais.

— Além de consumir menos adesivo nos processos, a indútria economiza em paradas de máquina, limpeza de coleiros e perdas por carbonização do adesivo — explica o gerente de mercado da empresa, Sérgio Ricardo Ritterbusch.

Segundo o executivo, a expectativa é de que os negócios cresçam entre 15% e 20% na edição da Fimma deste ano.

No segmento acessórios, as propostas envolvem desde itens plásticos a linhas de metal com acabamento altamente refinado. Na Akeo Acessórios, de Bento, os puxadores de móveis encantam pelas cores. Os tons rosè gold, o cobre e o preto estão em alta.

Em um dos corredores do Pavilhão A, o movimento sincronizado de um especialista em couro, chama à atenção dos visitantes. É um dos funcionários da Solus, unidade de negócios da MK Química, de Portão, que fornece revestimentos para móveis, poltronas e cadeiras à base de couro. O produto é detalhadamente preparado para que o consumidor finalize o trabalho. É o sistema autocolante, direcionado ao mercado do "faça você mesmo". O processo de acabamento se assemelha ao couro tamponado. Pode-se, por exemplo, escolher uma porta de roupeiro para ser revestida com o produto.

ATIVIDADES

:: Laboratório de Inovação: os visitantes têm a oportunidade de jogar, criar, aprender, orientar, inventar e ter contato com especialistas, técnicos, pesquisadores, educadores e redes colaborativas de conhecimento. O laboratório enfatiza robótica e eletrônica. Fica no Pavilhão B, Rua 13. Funciona das 13h às 20h.

:: Projeto Marceneiro: promove o desenvolvimento sustentável das micro e pequenas empresas do ramo da marcenaria, oferecendo atividades direcionadas para facilitar o acesso às informações e para aproximar os profissionais dos negócios das novidades do setor.

:: Programação desta sexta-feira
9h30min: Set up de Máquinas e sua Relação com o PCP – Renato Bernardi, Instituto Senai de Tecnologia em Madeira e Mobiliário
10h20min: A Marcenaria no Salão Design – Eduardo Núncio, Prêmio Salão Design, Sindmóveis BG
11h10min: Produção Conectada na Marcenaria (HOMAG) – Carlos Eduardo, Marcenaria Novo Espaçoz Workshop de móveis: palestras com foco na cadeia produtiva de madeira e móveis. Para executivos da indústria moveleira, marcenarias, fornecedores, formadores de opinião, arquitetos e designers.

Palestras desta sexta-feira
14h: Tecnologia: o futuro da indústria – Marcos Muller, SCM Tecmatic15h: Dimensões da Sustentabilidade nos Pequenos Negócios – Sebrae
16h: Estratégias para Potencializar seu Negócio – Marcos Batista, Studio Marcos Batista.


 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros