"Estou aqui para fazer uma transição tranquila de 2020 para os próximos anos", diz prefeito em exercício de Farroupilha - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Executivo12/03/2020 | 18h59Atualizada em 12/03/2020 | 19h01

"Estou aqui para fazer uma transição tranquila de 2020 para os próximos anos", diz prefeito em exercício de Farroupilha

Pedro Pedrozo assumiu o cargo na quarta-feira

"Estou aqui para fazer uma transição tranquila de 2020 para os próximos anos", diz prefeito em exercício de Farroupilha Antonio Valiente/Agência RBS
Pedrozo é prefeito em exercício durante licença de Claiton Gonçalves Foto: Antonio Valiente / Agência RBS

O prefeito em exercício de Farroupilha, Pedro Pedrozo (PSB), que assumiu o comando do município na quarta-feira, diz não saber até quando fica no cargo. Mas, entre uma fala e outra, deixa escapar a sensação de que pode ocupar o posto até o final do ano, quando acaba a gestão para a qual foi eleito como vice de Claiton Gonçalves (PDT), agora afastado devido a uma licença saúde e também para cuidar da própria defesa em dois processos de impeachment que tramitam na Câmara de Vereadores. Pedrozo concedeu coletiva de imprensa na quinta-feira (12) à tarde, um dia após assumir a gestão do município.

— Quero pedir paz. Pedir que nos ajudem. Estou aqui para fazer uma transição tranquila de 2020 para os próximos anos — declarou Pedrozo.

Confira tópicos abordados na entrevista do prefeito em exercício de Farroupilha.

Gabinete remodelado

O simbolismo da troca no Executivo farroupilhense começa pela remodelação do gabinete do prefeito: Pedrozo trocou a mesa usada por Claiton e mudou o espaço ocupado pelo móvel de um canto para o centro da sala onde assinará as decisões políticas do município por um período indeterminado, já que a licença do pedetista não tem data para acabar. O prefeito em exercício recuperou uma mesa, segundo ele, histórica por ter sido usada por diversos outros prefeitos que estava "em um gabinete por aí", nas palavras de Pedrozo. Conforme a assessoria de imprensa da prefeitura, a mesa pertence à administração municipal há ao menos 40 anos - ou seja, quase metade da história de Farroupilha como município, emancipado em 1934. Aliás, Pedrozo sequer tinha um gabinete no centro administrativo e ocupava uma sala na Casa da Cultura. Nos bastidores, comenta-se que ele vivia de certa forma isolado dos acontecimentos na prefeitura.

Contratos suspensos

Pedrozo admitiu que desconhecia todos os trâmites administrativos e disse que suspendeu contratos para agora se aprofundar no estudo deles. Entre os acordos paralisados, está o que trata do cercamento eletrônico do município. O prefeito em exercício disse que irá avaliá-lo, mas não quer que os leitores de placas utilizem a funcionalidade de aplicar multas para quem ultrapassar o limite de velocidade, por causa da forte reação contrária da sociedade. Disse ainda que vai manter a suspensão da contratação de um software para a área da saúde, outro tema polêmico na cidade. Antes da votação do primeiro pedido de impeachment, em 17 de fevereiro, Claiton decidiu deixar de fazer os pagamentos à empresa contratada e, posteriormente, abriu um processo administrativo para avaliar a possibilidade de cancelar a contratação. O Tribunal de Contas do Estado mandou na semana passada que a prefeitura cessasse os pagamentos — o que já tinha sido feito administrativamente —, porque considerou que a licitação pode ter sido direcionada. Na segunda-feira (9), quando anunciou a licença-saúde, Claiton manifestou preocupação com o fato de que o município poderia ficar sem plataforma de gestão da saúde a partir de maio. Pedrozo cogita fazer um aditivo em relação ao atual sistema.

Leia mais
"Confio muito que esse grupo de vereadores vá dizer que o prefeito não deve ser impeachmado", diz prefeito de Farroupilha
Alvo de processos de impeachment, prefeito de Farroupilha vai se afastar do cargo
TCE determina suspensão de pagamentos a fornecedora de plataforma de saúde à prefeitura de Farroupilha

Sem PGM e chefe de Gabinete

Pedrozo também disse que não irá nomear um novo procurador-geral do município (PGM) e pretende atuar com o assessoramento jurídico de profissionais já em atuação. Leandro Finelli Horta Vianna deixou o cargo na segunda-feira (9). Outro cargo que não será reposto é o de chefe da Comunicação, ocupado até a quarta-feira pelo jornalista Rogério Aver Pizzolatto. A cadeira de chefe de Gabinete também está vaga, com a saída de Raffaelle Marsiaj Quinto Di Cameli nesta semana.

"Muita prosa" com os secretários

Ligado ao tradicionalismo, o prefeito em exercício afirmou que vai ter "muito mate, muita prosa, muita conversa" com o secretariado. Até 31 de março, prazo para que secretários municipais que vão concorrer nas eleições de outubro deixem os cargos, todos serão mantidos nas funções que ocupam. Pedrozo prentende conversar diariamente com todos eles para tomar conhecimento das ações em andamento. Na segunda-feira (16), ele também fará rodadas de conversa com os servidores. Afirmou ainda que prioriza moradores do município para cargos.

— Eu entendo que Farroupilha tem as pessoas para cuidar de Farroupilha.

Relação com entidades e vereadores

Ao lembrar que já foi presidente da Câmara, Pedrozo garantiu que terá portas abertas para todos os vereadores. Na quarta-feira (11), se encontrou com o presidente do Legislativo, Fernando Silvestrin, que recentemente deixou o PSB para se filiar ao PL. Pedrozo disse ainda que vai se reunir pessoalmente com representantes de entidades do município e destacou a importância do Observatório Social, como uma "auditoria externa gratuita".

Respeito por Claiton Gonçalves

O prefeito em exercício comentou a relação com Claiton Gonçalves. Mesmo que tenha afastado cargos em comissão do prefeito licenciado e promovido a suspensão de contratos defendidos pelo pedetista, elogiou a inteligência do colega de chapa em duas eleições.

— É uma relação de respeito. Sempre respeitei meu lugar. Somos pessoas diferentes. Ele é uma pessoa inteligente e de grande discernimento — afirmou.

Candidatura em 2020

Pedrozo não deixou claro quais são suas pretensões políticas em 2020, mas afirmou que não é candidato neste momento.

— Já pensei mais nisso, mas tem sido muito duro. Nesse momento, não sou candidato a nada. Deus e a sociedade me deram uma tarefa importantíssima e tenho que me concentrar nela. 

Leia também
Centro Especializado em Saúde será transferido para prédio da UPA de Farroupilha
Agências de turismo de Caxias do Sul têm queda de faturamento devido ao coronavírus
Chocofest, em Nova Petrópolis, pretende atrair 200 mil visitantes

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros