Secretária e procurador prestarão esclarecimentos na Câmara de Caxias às 7h desta quarta-feira - Política - Pioneiro

Convocação21/11/2017 | 17h24Atualizada em 21/11/2017 | 17h24

Secretária e procurador prestarão esclarecimentos na Câmara de Caxias às 7h desta quarta-feira

Eles atendem a pedido aprovado pelo Legislativo na semana passada

Secretária e procurador prestarão esclarecimentos na Câmara de Caxias às 7h desta quarta-feira Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

A secretária municipal de Educação, Marina Mattielo, e o procurador-geral do município, Leonardo da Rocha de Souza, comparecerão à Câmara de Vereadores de Caxias do Sul nesta quarta-feira, às 7h, para prestar esclarecimentos sobre as escolas infantis municipais terceirizadas — Souza deixa o cargo nesta quarta, às 10h30min, mas antes cumpre a agenda no Legislativo. A presença do dois atende a uma convocação aprovada pela Câmara na terça-feira da semana passada. 

Leia mais
Professoras protestam contra redução de salários e desvalorização da Educação Infantil em Caxias
Vice-prefeito de Caxias do Sul pretende se licenciar do cargo a partir de 1º de janeiro
Leonardo da Rocha de Souza deixa cargo de Procurador-Geral do Município de Caxias do Sul
Teve "climão" na reunião-almoço da CIC, em Caxias

O requerimento foi apresentado devido à falta de informações da prefeitura sobre mudanças nos contratos de professores das instituições. Na sessão desta terça-feira, profissionais protestaram contra a redução de cerca de 40% nos salários da categoria, prevista para o próximo ano letivo. O corte ocorreria durante a mudança nos convênios da prefeitura com as entidades que administram 45 escolas de educação infantil do município, que terão de firmar um contrato de gestão para se adequar à legislação federal.

Para o vereador Rafael Bueno, um dos autores do pedido de convocação, o horário estipulado pela prefeitura para o comparecimento da secretária e do procurador desmobiliza a categoria. 

— Para mim, não tem problema. Eu venho às 5h, se precisar. Mas acho que deveria ser em um horário em que as pessoas pudessem participar. A gente esperava que fosse no final da tarde, como sugerimos, para que as professoras pudessem participar. É mais uma forma de o governo não dialogar com a comunidade e a Câmara de Vereadores — diz Bueno. 

A sessão ordinária começa às 8h30min. 

 

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros