Reeleito para o quinto mandato, Renato Oliveira quer se dedicar à regularização fundiária em Caxias - Política - Pioneiro

Eleições 2016 19/10/2016 | 09h04Atualizada em 19/10/2016 | 09h04

Reeleito para o quinto mandato, Renato Oliveira quer se dedicar à regularização fundiária em Caxias

Parlamentar do PCdoB obteve 2.425 votos na eleição deste ano

Reeleito para o quinto mandato, Renato Oliveira quer se dedicar à regularização fundiária em Caxias Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Renato foi secretário de Habitação do governo de Alceu Barbosa Velho  Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

A experiência adquirida como secretário municipal da Habitação de Caxias do Sul, entre 2013 e março deste ano, deve fazer diferença no quinto mandato de Renato Oliveira (PCdoB). Reeleito para o período 2017-2020, o vereador diz que, diferentemente da atual legislatura, quer permanecer na Câmara de Vereadores e trabalhar por temas ligados à moradia.

— Fico muito contente em ter passado pela secretaria, porque nosso propósito foi cumprido. Mais de 1 mil moradias foram entregues e, no começo do ano que vem, serão entregues mais 400 unidades do Rota Nova. A gente via a alegria das pessoas ao pegar a chave das suas casas — comenta. 

Leia mais
Feldmann diz que vai sugerir provas para selecionar CCs
Cabos eleitorais não empurram candidatos a vereador de Caxias do Sul
Ex-candidato a prefeito Vitor Hugo Gomes apoia Néspolo
Eleito vereador em Caxias, Chico Guerra quer dar continuidade ao trabalho do irmão Daniel Guerra

Mas o desejo em permanecer no Legislativo também é uma satisfação aos eleitores que votaram nele. Renato fez 2.425 votos — em 2012, foram 3.644 — e foi cobrado por algumas pessoas que queriam saber se ele ficaria na Câmara ou assumiria o Executivo novamente. A redução na votação, inclusive, é creditada, em parte, à opção de estar na prefeitura. 

Renato acredita ter trabalhado duro na secretaria, mas acabou se ausentando de atividades em bairros e ficou mais distante da população. Também não conseguiu divulgar o que fez na prefeitura durante a campanha, em virtude do tempo curto e dos recursos escassos. 

— Eu tinha o costume de estar na feira do bairro, toda sexta-feira, isso há 20 anos. As pessoas iam lá e não me achavam, porque eu estava na secretaria — conta.  

Como vereador, promete encampar o tema da regularização fundiária, cobrando que projetos saiam do papel. A ideia de Renato é compor grupos de trabalho dentro da Câmara e com representantes da União das Associações de Bairros (UAB). 

— Com a regularização, a pessoa pode ter até um comércio, vai conseguir fazer o habite-se, pagar o IPTU. Se quer fazer uma ampliação na casa, pode procurar um financiamento — exemplifica.  

Além de habitação, o parlamentar quer se dedicar à educação, saúde e segurança. Ele quer, por exemplo, cobrar a reativação dos módulos da Brigada Militar do Santa Fé e do Fátima, bairro onde mora e tem maior atuação. 

— Embora o município tenha investido bastante em saúde, se os governos federal e estadual não enviarem recursos, não sei até que ponto o município vai arcar — teme. 

O PCdoB, partido de Renato, optou por não apoiar nenhum dos dois candidatos que disputam o segundo turno em Caxias, liberando seus filiados. O vereador, que fez parte do governo Alceu Barbosa Velho (PDT), irá votar em Edson Néspolo (PDT). 

— Por ter essa participação no governo, conheci o trabalho deles, nada de fantasia que vi do outro lado. O que estão propondo são coisas possíveis de se fazer. Independente de quem vencer, serei um vereador de oposição, mas vamos respeitar. Se for projeto bom que vier do Executivo, vou votar a favor — acrescenta. 

Futebol

Nos momentos de folga, Renato, 56 anos, gosta de assistir a jogos de futebol. Torcedor grená, ele acompanha pela tevê ou no estádio. A filha Denise, 28 anos, é companheira de torcida pelo Caxias. Já o filho Felipe, 18, e a esposa Maria, 44, são juventudistas.  

Mas Renato não é radical. Admite que torce para o Ju quando joga com outros time e ficou feliz com o acesso da equipe para a série B. 

— Para Caxias do Sul, é bom, porque divulga o nosso nome — reconhece. 

Renato foi secretário de Habitação do governo de Alceu Barbosa Velho  Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Trajetória
- Vereador eleito para o quinto mandato consecutivo.
- Secretário municipal da Habitação entre 2013 e 2016.
- Líder comunitário do bairro Fátima.

Bandeiras
- Regularização fundiária.
- Saúde.
- Educação.
- Segurança. Reativação dos módulos da Brigada Militar nos bairros Fátima e Santa Fé.

 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comErro faz Daer cancelar licitação para conserva de trecho da Rota do Sol https://t.co/Fd3PdfeyJ7 #pioneirohá 28 minutosRetweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comAcervo digital da CIC é doado ao Arquivo Histórico Municipal https://t.co/zZlrB94zCD #pioneirohá 57 minutosRetweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros