Pela primeira vez, Bento Gonçalves chega a 40 assassinatos em um ano - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Crime organizado08/10/2018 | 16h07Atualizada em 08/10/2018 | 16h12

Pela primeira vez, Bento Gonçalves chega a 40 assassinatos em um ano

Hipótese é que duplo homicídio seja um acerto de conta por atividades criminosas

Pela primeira vez, Bento Gonçalves chega a 40 assassinatos em um ano Raquel Fronza / Agência RBS/Agência RBS
Foto: Raquel Fronza / Agência RBS / Agência RBS

Pela primeira vez, Bento Gonçalves registra 40 assassinatos em um ano. A marca foi alcançada após o ataque a uma chapeação do bairro Licorsul, que vitimou Ramão Peralta de Leon e Rodrigo Fabiano Brasil Correa, ambos de 37 anos. Os primeiros indícios, de acordo com a Polícia Civil, apontam que o crime teria sido um acerto de contas relacionado a atividades criminosas. As hipóteses apontadas pelo delegado Arthur Raguse são o tráfico de drogas, principal motivador do aumento de mortes na Capital do Vinho, ou que o local fosse utilizado para desmanche de automóveis.

Leia mais:
Dois homens são mortos a tiros em chapeação em Bento Gonçalves
Como a BM efetuou 60 detenções em 21 dias em Bento Gonçalves
Saiba por que 2018 é o ano mais violento na história de Bento Gonçalves

O número de tiros e de assassinos envolvidos no ataque também remete ao crime organizado. Na chapeação, foram encontradas munições de calibre .380, 9mm e .40 — os dois últimos de uso restrito.

— A perícia apontou que uma das vítimas foi atingida por 15 tiros. O outro homem também foi baleado por diversos disparos, mas não foi possível precisar quantos. É uma situação típica de execução — diz Raguse.

Minutos após o duplo homicídio, as forças de segurança atenderam a um chamado sobre um veículo em chamas em uma estrada vicinal da Linha Salgado — cerca de três quilômetros do local do crime. Conforme a Brigada Militar (BM), o Etios estava em situação de roubo. A placa, que remetia ao município de Gravataí, na Região Metropolitana, era clonada. A suspeita é que o automóvel tenha sido utilizado no duplo homicídio.

— Testemunhas teriam visto quatro veículos indo naquela direção e, na sequência, apenas três retornaram. É uma quantidade grande de envolvidos. Preliminarmente, pelas informações, pode ter envolvimento com tráfico. Pelo menos, por parte de uma das vítimas. Mas há outras situações ilícitas, até a possibilidade de um desmanche de veículo. Tudo precisa ser verificado — analisa o delegado de plantão.

Conforme a BM, as duas vítimas possuíam antecedentes. Correa, que teve sua última passagem pelo sistema prisional em agosto de 2013, tinha passagens por tráfico de drogas, receptação de veículo e perturbação. A ficha de Leon apresenta delitos de estelionato, ameaça e lesão corporal.

Homicídios em Bento Gonçalves
Por ano
2011: 16
2012: 16
2013: 15
2014: 20
2015: 21
2016: 28
2017: 34
2018: 40

Fonte: Secretaria Estadual de Segurança Pública

Por bairro, em 2018
Ouro Verde: 7
Municipal: 7
Zatt: 6
Eucaliptos: 5
Conceição: 4
Borgo: 2
Licorsul: 2
Zona rural: 2
Botafogo: 1
Imigrante: 1
Juventude: 1
Maria Goretti: 1
Planalto: 1

Leia também
Criminosos usam caminhonete para arrombar posto de gasolina em Caxias
Veículo cai em barranco e seis pessoas ficam feridas em Garibaldi
Homem morre em acidente entre carro e caminhão em Farroupilha  

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros