Ministério Público denuncia jovens que tentaram matar policial na saída de festa em Caxias - Polícia - Pioneiro

Investigação18/11/2016 | 17h40Atualizada em 18/11/2016 | 17h40

Ministério Público denuncia jovens que tentaram matar policial na saída de festa em Caxias

Na ocasião, Jaison Duarte Pereira foi morto após ser atropelado pelos agressores

Pioneiro
Pioneiro

O Ministério Público de Caxias do Sul denunciou Gabriel de Borba Borges, 18 anos, e Mike Luis de Borba Alves, 21, pela morte de Jaison Duarte Pereira, 23, e pela tentativa de homicídio conta o policial militar Paulo Ritter. Os crimes aconteceram no dia 9 de outubro na saída de uma festa no bairro Cinquentenário. Na ocasião, Pereira morreu após ser atropelado por um veículo conduzido por Alves. O corpo do jovem foi encontrado caído na Rua Inspetor Valdemar Fich Arruda. 

Leia mais:
Polícia Civil recupera 83 baterias avaliadas em R$ 91 mil, em Caxias
Homem é preso em flagrante por abuso de irmão de três anos em Caxias
Polícia Civil apreende cinco armas na casa de homem que tentou matar a ex-mulher em Caxias
Brigada Militar faz balanço de um mês do BM Online em Caxias do Sul

Conforme a denúncia, feita nesta quinta-feira pela promotora Silvia Regina Becker Pinto, o alvo era o policial, que atuava como segurança da casa noturna e teria expulsado Borges e Alves do local horas antes do crime. Descontentes, os agressores teriam preparado uma emboscada: armados e de posse de um carro, eles aguardaram a saída do policial. Ao avistá-lo, dispararam diversos tiros em sua direção. Também armado, o segurança revidou e correu em direção ao veículo dos agressores. Neste momento, Pereira teria sido atropelado propositalmente. Na sequência, a dupla também tentou atropelar o policial.

A denúncia caracteriza os crimes como torpes, já que foram praticados com a intenção de vingança contra o segurança. Além disso, a ação dos agressores poderia ter gerado perigo a outras pessoas, pois os disparos foram efetuados em frente ao estabelecimento comercial.

Cerca de 15 dias após o crime, uma ação da Brigada Militar antecipou a prisão de Alves. Ele foi detido com cargas de caminhões furtados. Desde lá, ele segue recolhido na Penitenciária Industrial de Caxias do Sul (Pics). 

 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros