Nova detonação de pedras na ERS-122 ocorre e trânsito pode ser liberado nesta quarta-feira - Geral - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Trânsito12/11/2019 | 11h47Atualizada em 12/11/2019 | 11h48

Nova detonação de pedras na ERS-122 ocorre e trânsito pode ser liberado nesta quarta-feira

Objetivo é finalizar etapa de explosões nesta terça para viabilizar liberação parcial do trecho

Nova detonação de pedras na ERS-122 ocorre e trânsito pode ser liberado nesta quarta-feira Marcelo Passarella / agência RBS/agência RBS
Objetivo é finalizar etapa de explosões nesta terça para viabilizar liberação parcial do trecho Foto: Marcelo Passarella / agência RBS / agência RBS

Uma nova fase de detonações no trecho da ERS-122, interrompido em função de um desabamento de pedras, no km 43, em Farroupilha, deve ocorrer na tarde desta terça-feira (12). No período da manhã, a empresa contratada para o serviço, a Encopav, efetuou a perfuração das pedras da encosta e das rochas que estão sobre a pista para formar os buracos em que os explosivos serão inseridos. Com a utilização de um guindaste, um funcionário foi erguido a uma altura de cerca de 25 metros próximo à encosta para realizar os furos.

>>  "A decisão tem que ser técnica, não política", diz secretário de Logística do Estado sobre liberação da ERS-122
>> Alargamento de pista onde houve queda de barreira, na ERS-122, em Farroupilha, é finalizado 

No período da tarde, a expectativa é detonar tanto a parte que corre risco de cair como o restante das rochas que ainda estão sobre a pista. Será feito um raio de isolamento de 500 metros durante as explosões. A detonação possui autorização do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados da 3° Região Militar do Exército de Porto Alegre.

Leia mais
"A decisão tem que ser técnica, não política", diz secretário de Logística do Estado sobre liberação da ERS-122
Alargamento de pista onde houve queda de barreira, na ERS-122, em Farroupilha, é finalizado
É preciso redobrar os cuidados ao trafegar na ERS-452, em Caxias do Sul 

Se as detonações ocorrerem dentro do cronograma, a previsão do Daer é que o fluxo de veículos seja liberado para veículos leves até esta quarta-feira (13).

Histórico

A barreira caiu por volta das 23h45min de segunda-feira (4).  A manhã de terça-feira (5) engenheiros do Daer e da Encopav estiveram no local e iniciaram os trâmites burocráticos para Lis use recursos para a limpeza. A chuva não permitiu o início efetivo dos trabalhos.

Na quarta-feira (6), as obras tiveram início com atraso porque foi necessário aguardar a retirada de uma Amarok que bateu na barreira na noite anterior e ficou presa sobre as pedras e árvores. O condutor disse não ter visto o bloqueio.

Na quinta-feira (7), equipes da Encopav atuaram mesmo com chuva na construção de uma rampa com o objetivo retirar pedras da encosta. Já na sexta (8) houve a construção de uma faixa adicional provisória junto ao acostamento para permitir a passagem dos dois fluxos de tráfego simultaneamente. Representantes da Encopav e da Boqueirão Desmonte também deram início aos trâmites para as detonações. Havia expectativa de liberação no fim de semana, mas a chuva na região provocou a queda de novas pedras.

Leia também
Show em homenagem a Lucio Yanel reunirá grandes nomes da música regional nesta segunda-feira, em Caxias
Com salários de até R$ 8 mil, confira os concursos públicos abertos na região
Rodoviária de Caxias busca reinvenção para melhorar atendimento ao público

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros