Polícia Civil e prefeitura ainda aguardam laudo sobre acidente que matou servidores em dezembro - Cidades - Pioneiro

Versão mobile

 

Inquérito04/01/2018 | 19h55Atualizada em 04/01/2018 | 19h55

Polícia Civil e prefeitura ainda aguardam laudo sobre acidente que matou servidores em dezembro

Motorista do caminhão-caçamba já prestou depoimento

Polícia Civil e prefeitura ainda aguardam laudo sobre acidente que matou servidores em dezembro Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Mais de 30 dias após o acidente que matou três servidores da Secretaria de Obras e Serviços Públicos de Caxias do Sul, a Polícia Civil e a prefeitura ainda aguardam os laudos do Instituto-Geral de Perícias (IGP) para esclarecer o que ocasionou o atropelamento dos servidores por uma caminhão. Na ocasião, dois funcionários que faziam o recolhimento de pedras na estrada foram atropelados pelo veículo, que tombou sobre a via. Um caroneiro do caminhão também morreu. O motorista ficou ferido, mas já recebeu alta do hospital (leia mais abaixo).

Conforme o secretário de Obras, Leandro Pavan, o caminhão-caçamba Volkswagen, ano 2006, pertencente ao município, passou pela inspeção e já foi liberado para manutenção e reforma. Não há previsão, no entanto, de quando o veículo será novamente utilizado nos trabalhos da secretaria. O motorista Juraci Leite, 61 anos, recebeu alta ainda em dezembro e está afastado do serviço até o dia 18. O servidor Raimundo Lazzarotto, 56, que saiu ileso do acidente, voltou a trabalhar na semana seguinte ao acidente. 

Leia mais
Acidente com caminhão mata três funcionários da prefeitura, em Caxias do Sul
Funcionários da prefeitura mortos em acidente são velados em Santa Lúcia do Piaí, interior de Caxias
"Nasci de novo", diz funcionário da prefeitura que sobreviveu a acidente com três trabalhadores mortos em Caxias do Sul
Polícia aguarda relato de motorista para concluir inquérito de acidente com servidores públicos de Caxias 

Ainda conforme o secretário, a sindicância que foi aberta pela prefeitura está a cargo da Corregedoria do município e, na próxima semana, deve ser nomeada uma comissão para apurar internamente as causas do acidente. 

— O inquérito da Civil ainda não foi concluído. O laudo do IGP também não foi liberado. Infelizmente, sabemos que demora — explica o secretário. 

Conforme o delegado Adriano Linhares, que substitui temporariamente a delegada Suely Rech na Delegacia de Trânsito de Caxias do Sul, o laudo é que deve sacramentar as causas do acidente. 

  — Pode mostrar se foi uma falha no veículo ou uma imperícia, talvez. O motorista foi ouvido, mas não temos nenhuma novidade relevante. As investigações continuam — completa. 

O ACIDENTE 

z O acidente ocorreu no dia 1º de dezembro, uma sexta-feira, na Estrada João Edgar Jung, em Santa Lúcia do Piaí.

z Uma equipe de cinco funcionários da prefeitura fazia a manutenção da via, com cascalhamento. 

z Na ocasião, um caminhão-caçamba da prefeitura carregado de brita atropelou dois trabalhadores e tombou sobre a via. O caroneiro do veículo também morreu na hora, e o motorista ficou ferido. Um quinto integrante da equipe conseguiu escapar ileso ao se jogar em um barranco.

z Morreram Leonardo Antonio Zanol, 46, Gilnei Luiz Gueras, 51, e Luiz Antonio Frizzo, 60. Zanol era caroneiro do caminhão. Gueras e Frizzo estavam na estrada fazendo o recolhimento de pedras quando o veículo desgovernado desceu a estrada. O servidor que saiu ileso foi Raimundo Lazzarotto, 56. O motorista era Juraci Leite, 61 anos, que recebeu atendimento hospitalar e foi liberado ainda em dezembro.


 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros