Nova data e logística: clubes da Série B preparam pedidos à CBF - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Sugestões26/06/2020 | 14h17Atualizada em 26/06/2020 | 14h17

Nova data e logística: clubes da Série B preparam pedidos à CBF

Juventude participou de reunião por videoconferência na manhã desta sexta-feira (26)

Nova data e logística: clubes da Série B preparam pedidos à CBF Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Os representantes dos 20 clubes da Série B do Campeonato Brasileiro, inclusive o Juventude, conversaram por videoconferência na manhã desta sexta-feira (26). O objetivo do encontro virtual foi debater questões sobre a competição planejada para iniciar no dia 8 de agosto. No entanto, as equipes da segunda divisão nacional irão apresentar alguns pedidos à Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Leia Mais
Juventude anuncia quinta contratação para a sequência da temporada
Lateral-esquerdo Eltinho destaca medidas adotadas pelo Juventude

A primeira sugestão dos clubes é a data de começo da competição. No entendimento dos presidentes, a ideia é iniciar a Série B no dia 14 de agosto, e encerrar no final do mês de janeiro.

- Em função dos clubes não estarem participando de muitas competições, como os clubes da Série A, haveria data suficiente para iniciarmos a competição no dia 14 de agosto e terminando em 29 ou 31 de janeiro. Os clubes em bloco irão sugerir isso à CBF - disse o presidente do Juventude Walter Dal Zotto Jr. 

Além disso, os 20 clubes da Série B irão pedir à CBF mais duas passagens aéreas em função do número de substituições, que passou de três para cinco. Outra questão envolve a parte financeira. Com o possível encerramento em janeiro, e não em novembro como estava programado antes da pandemia, os clubes buscam alternativas para minimizar o aumento das despesas que não estavam no orçamento neste período.

Por isso, os presidentes buscam junto à entidade a utilização das placas estáticas de publicidade nos estádios, que atualmente são usadas pela CBF. Seria uma forma dos valores ficarem para os clubes.

Na questão de logística, a ideia seria revisar a tabela, mesmo que o Estatuto do torcedor impeça. Essa revisão seria programar viagens casadas e em cidades mais próximas para evitar maior circulação pelo país. 

- São questões que estamos tentando ver se existe uma aderência por parte da CBF para que a gente possa ter uma logística melhor, sem tanto desgaste, indo e voltando a cada rodada - analisou o presidente alviverde. 

Os clubes concordaram em jogar fora das suas cidades, em última instância, caso até lá seus municípios não estejam liberados pelas autoridades de saúde. No entanto, as equipes da Série B também irão solicitar que os custos dessa possível logística fiquem com a CBF.

Leia Também
Prefeitura de Caxias confirma segunda morte do dia por covid-19; são 15 no município



 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros