Após eliminação do Caxias, meia Wagner dispara contra atletas e ex-comissão técnica - Esportes - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Série D20/07/2019 | 18h35Atualizada em 20/07/2019 | 19h13

Após eliminação do Caxias, meia Wagner dispara contra atletas e ex-comissão técnica

Jogador deu entrevista tão logo encerrou os 3 a 0 do Manaus sobre o grená

Após eliminação do Caxias, meia Wagner dispara contra atletas e ex-comissão técnica Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

A goleada sofrida pelo Caxias e a eliminação para o Manaus, nas quartas de final da Série D, não foi bem digerida pelos jogadores, em especial ao meia Wagner. Ao deixar o gramado, o jogador não poupou críticas à antiga comissão técnica, a alguns colegas e pediu desculpas à direção e à torcida pelo insucesso.

Leia Mais
Em tarde irreconhecível, Caxias sofre 3 a 0 para o Manaus e dá adeus ao sonho do acesso
Sem surpresas, Caxias está confirmado para o jogo que vale o acesso à Série C
VÍDEO: foguetório e buzinaço durante a madrugada na concentração do Caxias
Diário de Manaus: as belezas do Amazonas e a expectativa de grande público na decisão  Apaixonado pelo Caxias, Vítor Augusto Dal Bello, de três anos, viralizou nas redes sociais 

— Sou um dos torcedores do Caxias. Não tem explicação. Muitos estão tristes, cabisbaixos e eu também. Costumo dizer que tem muito jogador no nosso elenco que não dá valor para que tem dentro do clube, para a torcida e não dá bola se ganha ou perde. Temos que rever alguma coisa. A única pessoa que fez por merecer do grupo e dou os parabéns e que está saindo foi o Foguinho, que sempre deu o melhor. Foi um guerreiro. Desejo muito sucesso para ele. Estou triste — declarou o jogador, em entrevista ao deixar o gramado do Arena Amazônia.

Além disso, ainda buscando explicação para o revés, Wagner lembrou dos atritos com Pingo, ex-técnico grená, e deu sua versão sobre a demissão do treinador.

— O Pingo, o próprio Bandoch, devem estar dando risada em Tubarão. Eles não foram embora por minha causa. O Pingo foi embora porque chamou o time de várzea e na confraternização depois do jogo contra o Avenida o Bandoch falou dos dirigentes, está gravado, e falou que não íamos subir. Peço desculpas para a diretoria, para este clube que fez de tudo para eu estar aqui. Quando ganha todo mundo fala, quer aparecer. Eu sou homem para assumir o que faço e pelo que aconteceu. Peço desculpas. Estarei sempre à disposição — reiterou.

Com a derrota, o Caxias terá reformulação no elenco. O próximo compromisso grená será pela Copa Seu Verardi, marcada para iniciar no dia 11 de agosto. 

Leia também
Atirador a pé teria matado dois homens e baleado mulher em Bento Gonçalves
Guarda Municipal apreende drogas em estúdio de tatuagem sem alvará em Caxias do Sul

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros