Atuação ofensiva agrada, mas jogadores lamentam erro no fim e novo empate do Juventude - Esportes - Pioneiro

Versão mobile

 

Série B31/08/2018 | 22h00Atualizada em 31/08/2018 | 22h00

Atuação ofensiva agrada, mas jogadores lamentam erro no fim e novo empate do Juventude

No 13º empate alviverde na competição, time mostrou postura diferente

Atuação ofensiva agrada, mas jogadores lamentam erro no fim e novo empate do Juventude Fernando Torres/Paysandu/Divulgação
Foto: Fernando Torres / Paysandu/Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

Sofrer o gol no último minuto, e ficar no empate em 3 a 3 com o Paysandu, foi um balde de água fria para o time alviverde. Ainda mais que a equipe teve oportunidades de matar a partida antes dos acréscimos da segunda etapa.

– Ficamos chateados pela circunstância do jogo. Buscamos um placar difícil, viramos a partida, perdemos uma chance de matar o jogo e no final eles empataram. Ficou um sabor de derrota para nós – opinou o volante Diones, que complementou sobre os gols sofridos em bola aérea:

– Coincidência. O Winck não teve tanto tempo para treinar bola parada. Temos que levantar a cabeça.

O volante Tony ressaltou que a equipe sabia desta pressão final do adversário, mas não conseguiu segurar o resultado:

– Sofreríamos esse tipo de jogada, porque eles pressionam no final. Mas a equipe se comportou bem, houve uma certa mudança. Mas podemos melhorar mais.

O zagueiro Fred destacou que o time poderá ganhar seis pontos dentro de casa se manter essa concentração:

– A equipe fez um bom jogo e isso que importa. Teremos dois jogos em casa para fazer seis pontos.

O atacante Guilherme Queiróz explicou o lance perdido na reta final da partida e que também culminou dando sobrevida ao Papão da Curuzu. A bola subiu um pouco e o atrapalhou.

– A bola quicou na hora em que fui finalizar de primeira. Poderia ter tido um pouco mais de tranquilidade naquela hora para definir. Mas, faz parte do jogo. Não poderíamos ter perdido os  três pontos dessa forma, com um gol no finalzinho – analisou o atacante.

O Juventude retorna neste sábado de Belém e deve trabalhar no domingo, pensando no jogo contra o Criciúma, terça-feira, no Jaconi. É outro adversário direto e a vitória é fundamental dentro de casa.

Leia Também
ACBF encara o Barcelona nas semifinais do Mundial de Clubes
Na última audiência na Justiça, dissídio dos metalúrgicos continua em impasse

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros