Coordenadores apontam focos da campanha eleitoral para a prefeitura de Caxias do Sul - Política - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Eleições 202025/09/2020 | 20h38Atualizada em 25/09/2020 | 20h38

Coordenadores apontam focos da campanha eleitoral para a prefeitura de Caxias do Sul

A partir de domingo, 11 candidatos começam a disputar os votos dos caxienses em cenário alterado pela pandemia, com ênfase na internet

Coordenadores apontam focos da campanha eleitoral para a prefeitura de Caxias do Sul Mateus Argenta/Divulgação
Disputa pela prefeitura de Caxias do Sul tem 11 candidatos, maior número já registrado até hoje Foto: Mateus Argenta / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

A partir de domingo (27), uma campanha eleitoral diferente estará na rua e, principalmente, na internet. Em meio a um contexto modificado pela pandemia, 11 candidaturas – o maior número já registrado até hoje – começam oficialmente a disputa pela prefeitura de Caxias do Sul. 

Entre caras novas e figuras conhecidas no cenário político, os candidatos recorrem a discursos de renovação, continuidade e resgate do que já teria funcionado para a cidade.

Leia mais:
Eleições 2020: confira as principais regras para a campanha eleitoral na internet
Confira os candidatos que concorrem à prefeitura das maiores cidades da Serra

Com o tradicional corpo a corpo limitado pelas regras de distanciamento social, os concorrentes precisam obrigatoriamente das redes sociais para se comunicar com os eleitores. Mas há resistência em abandonar o contato presencial com o eleitor, apelando para a ressalva de tomar todos os cuidados, como definiu o protocolo do chamado "novo normal". 

Leia também:
Pré-candidatos a prefeito e vice fazem contatos sobre saúde em Caxias do Sul

Candidaturas apostam na descentralização da coordenação. Seis candidatos mantêm a figura clássica do coordenador único, enquanto os  outros cinco criaram colegiados formados por presidentes de partidos e outros apoiadores para desenvolver o trabalho. Esses representantes apontaram qual o carro-chefe da campanha e qual o principal recurso a ser utilizado para angariar os votos. Confira:

:: Adiló, vice Paula Ioris.
Coligação: PTB/PSC/PSDB/SOLIDARIEDADE/PROS
A ideia é trazer de volta a Caxias de uns anos atrás, pujante, de destaque no cenário nacional, resgatando a autoestima do caxiense com a volta do emprego, da renda, com muito trabalho como é a característica local. As redes sociais e espaços na mídia serão importantes, mas o foco principal ainda é na rua, andando pelos bairros, tomando todos os cuidados que o momento pede.

:: Carlos Búrigo, vice Elói Frizzo
Coligação: MDB/CIDADANIA/PSB/AVANTE
O tema é "Abrace Caxias", uma forma de expressar a união necessária para que as pessoas passem a gostar da cidade, interagindo com a administração. As redes sociais vão ser o carro-chefe em função da dificuldade do momento, mas não vai deixar de ter o trabalho nos bairros, principalmente com a ajuda dos candidatos a vereador.

:: Edson Nespolo, vice Edson da Rosa
Coligação: PDT/PP/PV/REDE
O foco é a geração de emprego. O grande objetivo é termos uma economia forte, incentivar as matrizes econômicas, propiciar serviços públicos eficientes e proporcionar qualidade de vida. Nosso plano de governo está aberto a contribuições e utilizaremos todas as ferramentas disponíveis para estabelecer a melhor conexão com a população.

:: Julio Freitas, vice Chico Guerra
Republicanos, sem coligação
Queremos dar continuidade ao projeto de cidade iniciado há três anos, no governo do prefeito Daniel Guerra. Isso significa governar para as pessoas, priorizando investimentos em saúde, educação, segurança e também geração de emprego e renda. Para tanto, usaremos de todos os meios de comunicação disponíveis, especialmente a internet.

:: Nelson D'arrigo, Andreia Garbin
Patriota, sem coligação
A estratégia se baseia na figura do candidato, que não tem histórico político, é um administrador profissional, ou seja, tem experiência em administrar recursos, e não é mais dos mesmos. Vamos fazer um cruzamento de ferramentas disponíveis e ouvir as pessoas. Não é o corpo a corpo tradicional, porque isso não tem a ver com ele, mas baseado em conversas.andidato, que não tem histórico político, é um administrador profissional, ou seja, tem experiência em administrar recursos. Vamos fazer um cruzamento de ferramentas disponíveis e ouvir as pessoas.

:: Pepe Vargas, vice Cláudio Libardi
Coligação: PT/PCdoB/PSOL
O destaque da nossa campanha serão as propostas do nosso plano de governo. Vamos conversar com as pessoas, através de todas as formas de contato: redes sociais, reuniões virtuais e também, com os devidos cuidados e obediência às regras e regulamentos sanitários, através de reuniões presenciais para manter o contato pessoal.

:: Renato Nunes, vice Priscila Vilasboa
PL, sem coligação
Queremos propor o surgimento de uma nova Caxias, uma mudança geral na forma de fazer política, buscando melhorias principalmente nas áreas de saúde, educação e transporte público.  Em virtude do momento que estamos vivendo, esta campanha vai ser feita em média 70% online e os outros 30% vamos no corpo a corpo, respeitando as regras da pandemia.

:: Renato Toigo, vice Nilvo Bertolla
PSL, sem coligação
O foco é a retomada do desenvolvimento de Caxias, através da inovação, tecnologia e desburocratização para que a cidade seja atrativa para investimentos. A pandemia mostrou as fragilidades da área da saúde, onde também temos que atuar. O recurso prioritário são as mídias sociais, o rádio e a TV, sem deixar de lado a conversa com lideranças comunitárias.

:: Slaviero, vice Cesar Augusto Bernardi
Novo, sem coligação
Vamos nos concentrar na otimização dos recursos públicos e no emprego de Parcerias Público-Privadas (PPPs). São prioridades a retomada do desenvolvimento econômico, com foco na inovação e na liberdade econômica, e a educação, com foco na qualificação do ensino na primeira infância. Vamos apostar em vídeos gravados e também ao vivo nas redes sociais.

:: Toninho Feldmann, vice Odir Ferronatto
Podemos, sem coligação
O plano de governo tem saúde e geração de emprego como prioridades e também um plano emergencial pós-pandemia, unindo a comunidade em torno de um mutirão para recuperar a cidade dos estragos causados neste período. Para isso, usaremos as redes sociais, mas também no contato direto, respeitando os protocolos de saúde e tomando todos os cuidados.

:: Vinicius Ribeiro, vice Kiko Girardi
Coligação: DEM/PSD
Queremos mostrar aos caxienses que é possível fazer um governo diferente, austero, enxuto e focado em resultados. Essa construção começa na maneira de fazer campanha, que será simples, com poucos recursos. Em virtude da pandemia, utilizaremos as mídias sociais para evitar aglomerações e pretendemos transformar isso em oportunidade de qualificar o debate.

Leia também:
Governo do Estado confirma todas as regiões do Estado em Bandeira Laranja
Professores e alunos da UCS se adaptam às atividades presenciais durante a pandemia

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros