Com bênção de Sartori, MDB oficializa candidato à prefeitura de Caxias - Política - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Eleições 202015/09/2020 | 21h20Atualizada em 15/09/2020 | 21h20

Com bênção de Sartori, MDB oficializa candidato à prefeitura de Caxias

Chapa com Elói Frizzo como vice foi oficializada em convenção nesta terça

Com bênção de Sartori, MDB oficializa candidato à prefeitura de Caxias Mateus Frazão/Agencia RBS
Foto: Mateus Frazão / Agencia RBS

O MDB oficializou em convenção nesta terça-feira (15) o nome de Carlos Búrigo para a disputa à prefeitura de Caxias do Sul. Ele formará chapa com Elói Frizzo (PSB) como vice. O evento que confirmou a candidatura à majoritária e a nominata de vereadores do partido ocorreu ao longo desta terça-feira (15) no diretório municipal do MDB. 

Há 12 anos o partido não apresentava candidato próprio à prefeitura _ o último foi José Ivo Sartori, reeleito em 2008. Sartori, inclusive, esteve presente na convenção e falou por mais de 20 minutos. Foi o primeiro pronunciamento público dele desde que deixou o cargo de governador do Estado, em janeiro de 2018. No encontro partidário, Sartori exaltou o nome de Búrigo e afirmou que pretende ser participativo na campanha.

— É meu amigo, foi meu companheiro de tantas jornadas. Meu braço direito em muitas ocasiões (...) É a medida certa para o nosso tempo. Muitas pessoas estiveram ao meu lado na prefeitura, mas o Búrigo sem dúvida representa muito mais o meu jeito de pensar e de agir — disse Sartori.

No próprio discurso de encerramento da convenção, o candidato reprisou fala semelhante à de Sartori quando concorreu ao governo do Estado, afirmando que não pretende apresentar propostas de governo que não irá cumprir.

— Meu sonho é fazer com que o poder público cumpra aquilo que é a sua obrigação, fazer políticas públicas para as pessoas. É por isso que todos vamos trabalhar num plano de governo que não tenha promessas que sabemos que não poderemos cumprir.

Já o candidato a vice e atual vice-prefeito de Caxias, Elói Frizzo, salientou a peculiaridade do período de campanha neste ano:

— Vai ser uma campanha diferente, curta, onde os recursos vão ficar concentrados nas disputas das grandes capitais, então o que vai sobrar para nós é muito santinho na mão e muita sola do sapato. 

Búrigo, 56 anos, ficou como suplente à Assembleia Legislativa e assumiu vaga com a ida de Juvir Costella para o governo do Estado, como secretário. Na trajetória política, já atuou como prefeito de São José dos Ausentes, secretário da Fazenda por oito anos em Caxias e secretário de Planejamento, Governança e Gestão do governo do Estado. 

Leia também
Deputado federal mais votado no RS grava vídeos de apoio aos pré-candidatos do Novo
PV de Caxias retira pré-candidatura a prefeito e apoia Néspolo

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros