Os nomes bolsonaristas de Caxias do Sul na eleição - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Disputa à prefeitura14/07/2020 | 13h03Atualizada em 14/07/2020 | 13h10

Os nomes bolsonaristas de Caxias do Sul na eleição

Pelo menos cinco partidos que terão pré-candidatos emitem declarações explícitas de apoio ao presidente

Os nomes bolsonaristas de Caxias do Sul na eleição Marcos Correa/Palácio do Planalto
Foto: Marcos Correa / Palácio do Planalto

Os candidatos e partidos mais identificados com o bolsonarismo vão divididos para a eleição municipal em Caxias do Sul. É a tendência no primeiro turno. Vai ter candidato disputando quem tem o maior alinhamento com o pensamento do presidente Jair Bolsonaro. A intenção é capitalizar o apoio de fiéis eleitores do presidente.

Em Caxias do Sul, o Republicanos do ex-prefeito Daniel Guerra ainda não tem nome definido para a disputa. Mas o apoio a Bolsonaro independe de quem será o candidato. Os filhos do presidente, Flávio, senador pelo Rio de Janeiro, e Carlos, vereador no RJ, rumaram para o Republicanos neste ano.

Nas redes sociais, Guerra exibe como foto de capa Bolsonaro com o slogan "Brasil acima de tudo, Deus acima de todos".

O presidente do Republicanos, Júlio César Freitas da Rosa, já busca o posto de única candidatura realmente de direita.

– O nosso candidato a prefeito em Caxias do Sul representa e representará, sim, a única candidatura realmente de direita. Nosso candidato não admitirá nenhum escândalo de corrupção dentro do governo. Nosso candidato representa e representará as cores do Brasil, representa e representará o espírito de respeito às cores da nossa bandeira, e não cores de estrelas decadentes, rosas murchas, aves depenadas ou chamas apagadas que representam facções nada republicanas escondidas sob o manto de partidos políticos.

A fala remete aos símbolos do PT, PDT, PSB, PSDB e MDB.

– Nosso candidato representa e representará, sim, os princípios de respeito à coisa pública defendidos por nosso presidente Jair Bolsonaro e por nosso prefeito Daniel Guerra – insiste.

O ex-vereador Renato Nunes, pré-candidato a prefeito pelo PL, é outro que busca o rótulo de principal apoiador de Bolsonaro. 

– Estou alinhado com o presidente, pois temos muito em comum – família, fé e patriotismo. Fui o único político de Caxias do Sul que o apoiou abertamente na campanha – afirma.

Nunes lembra da vinda de Bolsonaro a Caxias, em 5 de abril de 2018.

– Recebi ele aqui na cidade, no aeroporto, dei a ele de presente meu chapéu de gaúcho e minha manta do Rio Grande.

Nunes avalia que o presidente fala coisas desnecessárias. Some-se a isso a questão dos filhos.

– Acredito que eles atrapalham às vezes. Tirando isso, é um cara autêntico, honesto e esforçado em fazer o que é prioridade.

Nunes garante que votaria novamente em Bolsonaro. Ele integrou a coligação que elegeu Guerra e foi líder do governo na Câmara, mas anunciou o rompimento com a Família Guerra após o impeachment.

Outro bolsonarista pré-candidato a prefeito é o empresário Nelson D’Arrigo, do Patriota. Ele trabalhou pela obtenção de assinaturas para a criação do partido Aliança pelo Brasil, o partido que o presidente pretende fundar. Quem está no Patriota é o ex-presidente do PSL, Sandro Fantinel, que trouxe Bolsonaro a Caxias em abril de 2018.

D’Arrigo apoia o presidente, mas demonstra estar cauteloso.

Ele diz que "ainda" é apoiador de Bolsonaro e que "sua truculência não inviabiliza o que fez até agora".

"Está fazendo um belo governo"

Pelo DEM, quem se manifestou foi o presidente do partido, Milton Corlatti, e não o pré-candidato a prefeito, Vinicius Ribeiro. 

– Bolsonaro está fazendo um belo governo, com abertura econômica no Brasil. O investimento que o governo fez, a título de ajudar o povo brasileiro (na pandemia), não teve nenhum outro país que fez. É magnífico para o país – elogia Corlatti.

Especificamente ao posicionamento na campanha eleitoral, preferiu mencionar apenas o preparo do pré-candidato e afirmar que ele está pensando muito em Caxias. Acrescentou que haverá muito o que fazer por Caxias depois da pandemia.

Sobre um eventual pedido de apoio a Bolsonaro para Vinicius, Corlatti respondeu:

– Nós vamos pleitear do Onyx (Lorenzoni, ministro da Cidadania), nosso maior democrata.

Corlatti acredita que o presidente não fará vídeo em apoio para nenhum candidato.

Discurso do MDB se mantém

O MDB, que na disputa ao Governo do Estado transformou-se em "Sartonaro" (fusão de Sartori com Bolsonaro) para garantir a imagem de verdadeiro aliado ao então candidato à Presidência, deverá ter o deputado estadual Carlos Búrigo como candidato a prefeito. Questionado, Búrigo se manifesta em relação a Bolsonaro, embora ainda não na condição de pré-candidato. E demonstra que segue a linha do presidente:

– O governo do presidente Bolsonaro está tentando recuperar o país depois dos desmandos dos governos do PT, marcados pela corrupção, pelo aparelhamento ideológico em detrimento à questão técnica, pelo descontrole de gastos e pela falta de reformas estruturais.

Ele acrescenta:

– A pandemia trouxe muitas incertezas e dificuldades. Desde seu início, o governo tentou equilibrar a preocupação com a vida e com as consequências em emprego e renda da população que as restrições iriam causar. O auxilio emergencial está sendo muito importante e tem um alcance social fundamental neste momento. Falta chegar o apoio aos micro e pequenos empresários, que estão sofrendo com as restrições e sem acesso ao crédito. 

Búrigo não perde a deixa, dizendo que "uma boa relação com o governo federal será fundamental para que Caxias receba apoio e recupere seus níveis de emprego e renda no pós-pandemia".

Se dizem independentes

O ex-vice-prefeito Antonio Feldmann, pré-candidato pelo Podemos, destaca que a posição do partido em nível nacional é de independência, não faz parte do governo, mas tem apoiado a grande maioria dos projetos do presidente no Congresso.

– Em Caxias do Sul, o partido não colocou essa posição na Executiva. A grande maioria defende o Governo Bolsonaro e alguns são mais críticos. A minha posição, de alguém que votou no presidente Bolsonaro no segundo turno, até porque a opção era contra o PT e essa é uma posição histórica de combate às ideias e ao que o PT representou no país nos últimos anos,  então, nossa posição, sem dúvida é de apoio – afirma Feldmann.

Ele garante que não se trata de apoio incondicional ou irrestrito e total. 

Marcelo Slaviero, pré-candidato do Novo, também diz que o partido mantem uma posição de independência em relação ao Governo Federal.

– Somos guiados pelos nossos valores e princípios e por isso apoiamos e defendemos vários projetos e reformas encaminhados pelo Executivo, sem solicitar emendas extraorçamentárias ou cargos – afirma Slaviero.

O pré-candidato do Novo acrescenta que, ao mesmo tempo, o partido critica a aproximação ao Centrão, à política fisiologista ou qualquer medida que possa significar retrocesso na autonomia dos órgãos de investigação e combate à corrupção. 

Muitos elogios

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL (02/02/2018). Projeto de Cidade. Julio Cesar Freitas da Rosa, chefe de gabinete, na administração Daniel Guerra. (Roni Rigon/pioneiro).<!-- NICAID(12711823) -->
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

"Nosso candidato representa e representará, sim, os princípios de respeito à coisa pública defendidos por nosso presidente Jair Bolsonaro e por nosso prefeito Daniel Guerra."
Júlio César Freitas da Rosa, presidente do Republicanos, partido do ex-prefeito Daniel Guerra e dos filhos do presidente, senador Flávio (RJ) e vereador Carlos, do Rio de Janeiro. 

CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL (27/02/2020)Renato Nunes (PL) é confirmado como pré-candidato à prefeitura de Caxias. (Antonio Valiente/Agência RBS)<!-- NICAID(14433537) -->
Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

"O povo sabe quem realmente fez sua parte para ajudar a elegê-lo. Modéstia à parte, acredito que temos muitas coisas em comum."
Renato Nunes, pré-candidato do PL a prefeito

empresário Nelson DArrigo, pré-candidato a prefeito pelo Patriota<!-- NICAID(14431133) -->
Foto: Facebook / Reprodução

"Apoio as posturas do grupo de governo do presidente Bolsonaro. Até agora, ele não me deu motivos para não confiar nele. Ainda o apoio. (...)  Seria um grande prazer poder tê-lo ao meu lado, pois nossas ideias são comuns."
Nelson D’Arrigo, pré-candidato do Patriota a prefeito

 PORTO ALEGRE - BRASIL - Perfil dos candidatos - Carlos Búrigo aliado de Sartori (FOTO: LAURO ALVES)<!-- NICAID(13758650) -->
Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

"O governo do presidente Bolsonaro está tentando recuperar o país depois dos desmandos dos governos do PT. (...)  Desde seu início, o governo tentou equilibrar a preocupação com a vida e com as consequências em emprego e renda da população."
Carlos Búrigo, pré-candidato do MDB a prefeito

 O Prefeiturável Milton Corlatti. O empresário Milton Corlatti se prepara para concorrer a prefeito de Caxias do Su. Eleições Municipais de Caxias do Sul 2012.<!-- NICAID(8349983) -->
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

"Bolsonaro está fazendo um belo governo, com abertura econômica no Brasil. O investimento que o governo fez, a título de ajudar o povo brasileiro (na pandemia), não teve nenhum outro país que fez. É magnífico para o país."
Milton Corlatti, presidente do DEM, partido que tem Vinicius Ribeiro como pré-candidato a prefeito

Outras pré-candidaturas

:: PT  e PCdoB (Vanius Corte)  – oposição ferrenha ao presidente Jair Bolsonaro.

:: PSDB – O pré-candidato Adiló Didomenico, que votou em Jair Bolsonaro no 2º turno, disse:

– Não concordo com todas as posições do seu governo, mas torço para que dê certo.

:: PDT – Resolução nacional diz que vai expulsar ou cancelar candidatura de quem apoiar Bolsonaro.

– Vou respeitar a figura do presidente. Mas não tem que concordar em tudo com ele. As pessoas não podem entrar em conflito. Caxias vai precisar muito do governo federal – disse o pré-candidato Edson Néspolo.

:: PV - O pré-candidato Abrelino Frizzo diz que é da social democracia e não pode aceitar um regime de direita:

– Não estou alinhado com Bolsonaro.

:: Cidadania – O pré-candidato Jeronimo Molina diz:

– Não apoio em nada o presidente.

Leia também
Vereador de Caxias entra no buraco para chamar atenção ao problema
Deputados da Serra se unem em campanha no combate ao coronavírus

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros