Caxias terá cerca de 200 seções a menos na eleição municipal - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Em novembro27/07/2020 | 11h10

Caxias terá cerca de 200 seções a menos na eleição municipal

Redução vai afetar todo o RS por causa da redistribuição de urnas para outros Estados

Caxias terá cerca de 200 seções a menos na eleição municipal Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Primeiro turno está marcado para 15 de novembro Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

A redistribuição de urnas que estão no Rio Grande do Sul para outros Estados do país vai provocar mudanças nas seções eleitorais de Caxias do Sul neste ano. Haverá uma redução de cerca de 20% na quantidade de urnas disponíveis na eleição municipal, quando serão escolhidos prefeitos e vereadores, em novembro. Das 1.110 seções em funcionamento no último pleito, entre 200 e 210 serão extintas.  

Conforme o chefe da 169ª Zona Eleitoral de Caxias do Sul, Edson Borowski, a medida deve colaborar para o distanciamento na hora de votar. Isso porque será possível manter os mesários mais afastados e, consequentemente, os eleitores também. De acordo com Borowski, quando chegarem ao local de votação, os eleitores serão orientados sobre qual urna devem se dirigir, já que no papel as seções permanecerão iguais.  

A mudança ocorre porque o Tribunal Superior Eleitoral  (TSE) vai encaminhar para outros Estados 3,6 mil urnas eletrônicas que estão alocadas em território gaúcho, o que vai gerar uma redução de 4 mil seções eleitorais no RS. A estimativa do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RS) é que cada seção eleitoral no Estado terá uma média de 400 eleitores. São cerca de 100 a mais da média registrada até então.  

Leia mais
Com novas datas de eleições, partidos ganham mais tempo para articulações políticas

Prevenção na pandemia 

Uma das principais mudanças nas eleições deste ano será o não uso da biometria. A medida é uma das determinadas para garantir a segurança sanitária do pleito. Um grupo de médicos e dos técnicos do TSE constatou que esse processo pode representar até 70% do tempo necessário para votar. Com a alteração, a expectativa é de que ocorra redução de filas e aglomerações. O Tribunal estuda também mudar o horário de votação, com fim às 20h e não mais às 17h. A Corte avalia ainda ter um horário só para votação dos grupos de risco. 

Eleição será em novembro 

A eleição foi adiada em função da pandemia. Com isso, o primeiro turno será em 15 de novembro e o segundo para 29 de novembro. Apesar desse adiamento, o Cartório Eleitoral de Caxias do Sul alerta que o prazo para o cadastro eleitoral já foi encerrado e não será reaberto.  

Leia também
Família procura por soldado do Exército que desapareceu ao sair de motocicleta em Caxias do Sul
Prefeitura de Caxias do Sul registra 46ª morte em decorrência do coronavírus
CIC de Caxias avalia que maior benefício da reforma tributária será simplificação do sistema

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros