As primeiras metas do prefeito de Caxias do Sul - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Executivo16/03/2020 | 21h10Atualizada em 16/03/2020 | 21h10

As primeiras metas do prefeito de Caxias do Sul

Flávio Cassina realizou seminário para estabelecer as prioridades da administração

As primeiras metas do prefeito de Caxias do Sul Fabiana de Lucena/Divulgação
Foto: Fabiana de Lucena / Divulgação

Dois meses depois de ter assumido a administração municipal, o prefeito de Caxias do Sul, Flávio Cassina (PTB), realizou ontem um seminário para estabelecer as metas e prioridades do governo até o dia 31 de dezembro. O encontro reuniu os secretários municipais e diretores de autarquias no Samuara Hotel das 8h até as 13h, e estava marcado há 15 dias. Além de discutir as ações de governo para os próximos nove meses, a equipe tratou sobre as ações que serão tomadas para prevenir o avanço do coronavírus na cidade.

Entre as prioridades que já estão definidas pela administração Cassina estão a conclusão do projeto executivo e do modelo de negócio do Aeroporto Regional da Serra Gaúcha, em Vila Oliva, e a ocupação da Maesa. Porém, o caderno será concluído após cada secretários encaminhar sua meta.

– Cada secretária terá a sua prioridade.

A administração municipal pretende assinar nesta semana o início da ordem de serviço de cinco trechos do Programa de Asfaltamento do Interior (PAI). O vice-prefeito Elói Frizzo (PSB) confirmou que as estradas que receberão o asfaltamento estão definidas, mas preferiu não antecipar à reportagem.

Outras preocupações da administração são encaminhar a licitação do transporte coletivo urbano, a realização de obras de calçamento comunitário e a compra de terrenos para a construção de moradias populares com o objetivo de retirar famílias de áreas de riscos.

– Tudo que estabelecemos até agora são coisas factíveis de realizar. Por exemplo, a Maesa é prioridade absoluta e pretendemos transferir a Secretaria do Meio Ambiente para o prédio devido ao gasto com o aluguel da sede atual, e também por ser a secretaria mais afastada do Centro – ressalta Frizzo.

O prazo de transferência da secretaria ainda não está definido. A prefeitura aguarda a conclusão do laudo de risco que poderá autorizar ou não a transferência da pasta para a Maesa. 

PROJETOS DE LEI

A administração convidou os vereadores para apresentar os projetos de lei que serão encaminhados para votação na Câmara Municipal. Segundo o vice-prefeito Frizzo, o governo vai encaminhar matéria que pretende realizar “pequeno” ajuste no Plano Diretor, também a revisão da lei de parcelamento do solo, no Código de Obras, além do Habite Legal 3. Frizzo disse ainda que o Samae vai propor adequações na lei de proteção aos mananciais.

Segundo o vereador Adiló Didomenico (PTB), o governo pediu apoio para a aprovação dos projetos da Liberdade Econômica e para a contratação de financiamento para a ampliação do aterro sanitário.

Cassina pediu o apoio do Legislativo para tomar medidas de precaução contra o coronavírus. 

O presidente da Câmara, vereador Ricardo Daneluz (PDT), determinou a suspensão de eventos e transferiu a sessão ordinária de hoje do plenário para a Sala das Comissões Geni Peteffi por ter janelas e possibilitar a circulação de ar. A sessão ainda começará às 7h30min para receber o secretário da Saúde, Jorge Olavo Hahn Castro, que irá tratar sobre o coronavírus.

Leia também:
PTB, PSDB e Solidariedade de Caxias do Sul próximos e bem à vontade
"É tempo de lutar para perder menos", diz Paulo Paim
Manifestação pró-Bolsonaro reúne milhares em Caxias do Sul


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros