O primeiro dia do prefeito interino de Caxias do Sul - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Prefeito interino23/12/2019 | 20h57Atualizada em 24/12/2019 | 09h02

O primeiro dia do prefeito interino de Caxias do Sul

Flavio Cassina conduziu reuniões durante a segunda-feira para definir como será o governo de transição

O primeiro dia do prefeito interino de Caxias do Sul Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

A segunda-feira (23), primeiro dia de Flavio Cassina (PTB) como prefeito interino de Caxias do Sul, foi marcada por reuniões com assessores mais próximos, um encontro externo e de silêncio com a imprensa e a comunidade. Cassina chegou cedo na Câmara de Vereadores e esteve reunido com as diretorias da Casa, Jurídica e Legislativa, além dos vereadores Paula Ioris (PSDB), Ricardo Daneluz (PDT) e Edson da Rosa (MDB), que integram a Mesa Diretora. Cassina tentou contato com o chefe de gabinete e irmão do ex-prefeito Daniel Guerra, Chico Guerra (Republicanos), e com alguns secretários, mas não conseguiu localizá-los.

Leia mais:
Reunião na Câmara de Vereadores deve definir próximos passos após afastamento do prefeito de Caxias
Com publicação de edital, cassação do mandato do prefeito de Caxias do Sul está decretada

No início da tarde, também esteve no Fórum para comunicar o juiz plantonista que havia assumido o cargo de prefeito interino até a realização de uma eleição indireta. Ele ainda tentou informar a Justiça Eleitoral, mas o órgão está em recesso de final de ano.

A primeira aparição pública de Cassina aconteceu de forma inusitada. Após o compromisso na Justiça, ele retornou à Câmara de Vereadores para uma nova reunião com o presidente do PTB caxiense, Gilberto Meletti, assessores políticos e vereadores, e foi flagrado pela imprensa que deixava o prédio após coletiva de imprensa com a presidente da Câmara, vereadora Paula Ioris (PSDB). Cassina não quis conversar com a imprensa, mas, com a insistência de alguns assessores, posou para fotos na porta do gabinete da presidência do Legislativo. Questionado pelos repórteres sobre qual era o sentimento de assumir o cargo, respondeu apenas com uma palavra:

_ Mal _ disse em tom de brincadeira, arrancando risos dos assessores.

ENTRADA NA PREFEITURA

Antes de entrar na prefeitura como chefe do Executivo interino, Cassina precisou aguardar dois momentos: o primeiro ocorreu domingo, às 13h44min, quando a ex-procuradora-geral do município e advogada de defesa, Cássia Kuhn, assinou o decreto legislativo que informava a cassação do mandato do prefeito Daniel Guerra (Republicanos), e o segundo, a publicação do documento em um jornal de grande circulação informando sobre o afastamento.

Após deixar a Câmara, Cassina esteve pela primeira vez na prefeitura. Ele permaneceu no local por aproximadamente uma hora. Uma servidora municipal ficou encarregada de entregar as chaves do gabinete do prefeito a ele.

Com a informação de que os secretários da administração Daniel Guerra pediram a exoneração de seus cargos, o responsável por todas as secretarias é Cassina, informou uma fonte da reportagem. 

A primeira manifestação oficial do prefeito interino está marcada para terça, às 10h, no salão nobre da prefeitura. Ele deve anunciar como pretende conduzir a prefeitura até a realização da eleição indireta para eleger novo prefeito e vice-prefeito, que deverá terminar o mandato iniciado pelo prefeito cassado.

Cassina deverá anunciar hoje os nomes das pessoas que devem integrar a equipe de transição de governo que será responsável por auxiliá-lo até a realização da eleição indireta. Ele cogita a possibilidade de não nomear secretários, mas sim pessoas responsáveis por algumas áreas.

_ O Cassina já tem todos esses passos definidos, mas vou deixar ele informar vocês, disse a presidente da Câmara, vereadora Paula Ioris (PSDB).

PERFIL

Quem é
:: Nome: Flavio Cassina
:: Partido: PTB
:: Profissão: empresário.
:: Idade: 72 anos.
:: Estado civil: casado com Liliana.
:: Filhos: três _ Mariana, Aurélio e Natália

Bandeiras
:: Políticas para o desenvolvimento econômico.
:: Criação de distrito industrial.
:: Atração de empresas.
:: Desenvolvimento social.

Trajetória
:: Secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Emprego (2005/2008).
:: Secretário da Habitação (2009/2012).
:: Em 2012, eleito vereador com 2.277 votos.
:: Presidente da Câmara em 2015 e 2019.
:: Em 2016, foi reeleito com 1.973 votos.

Leia também:
Impeachment do prefeito de Caxias: Guerra pagou o preço pela falta de diálogo
Eu não concordo com tudo. Briguei com ele", diz Renato Nunes sobre conselhos a Guerra
Após impeachment do prefeito de Caxias, secretários e CCs da administração pedem exoneração



 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros