Freis capuchinhos negam polêmica com proibição na bênção da Praça Dante, em Caxias - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Impeachment06/12/2019 | 12h13Atualizada em 06/12/2019 | 12h13

Freis capuchinhos negam polêmica com proibição na bênção da Praça Dante, em Caxias

Religiosos Nilmar Gatto e Jaime Bettega prestaram depoimento na audiência da Comissão Processante

Freis capuchinhos negam polêmica com proibição na bênção da Praça Dante, em Caxias Fabiana de Lucena/Agência RBS
Foto: Fabiana de Lucena / Agência RBS

Depois de uma disputa judicial entre a Comissão Processante da Câmara de Vereadores e a defesa do prefeito de Caxias do Sul sobre a data dos depoimentos dos Freis Capuchinhos, os religiosos Nilmar Gatto e Jaime Bettega compareceram à oitiva do processo de impeachment de Daniel Guerra (Republicanos) na manhã desta sexta-feira (6). A audiência é realizada pela Comissão Processante da Câmara que analisa as denúncias contra o chefe do Executivo.

Leia mais:
"Em alguns pontos é inconstitucional", diz procurador da República sobre decreto de eventos temporários em Caxias
Secretário da Saúde de Caxias nega irregularidades em sua área
Comissão Processante ouviu três testemunhas no processo contra o prefeito de Caxias Daniel Guerra
Em sessão tumultuada, prefeito de Caxias do Sul ganha mais tempo para depoimento  

Os freis responderam apenas ao item da denúncia que trata sobre a proibição da bênção de Natal realizado pelos freis capuchinhos. O primeiro a depor foi o ministro provincial dos Freis Capuchinhos, Frei Nilmar Gatto. Ele garantiu que não houve polêmica entre os freis com a decisão do município.

Já o secretário do Conselho de Obras Sociais dos Freis Capuchinhos, Frei Jaime Bettega, disse que a prefeitura, ao negar o pedido de liberação da praça Dante Alighieri, informou que os freis poderiam utilizar o largo da prefeitura para o evento. Os organizadores da benção, então, decidiram realizar a bênção em dois locais para garantir o acesso à população.

Questionado se houve prejuízo com a decisão da prefeitura, frei Jaime disse que o foco sempre foi a realização da bênção e nunca o local. Segundo ele, na praça Dante havia a facilidade da circulação de pessoas, mas evitou dizer que o evento foi prejudicado pela decisão da prefeitura.

Leia também:
O prefeito Daniel Guerra irá depor no processo de impeachment?
PTB de Caxias do Sul lança candidatura a prefeito em março
Prefeito de Caxias comemora assinatura de repasse de recursos para construção do aeroporto 
Pré-candidato a prefeito de Caxias, Vinicius Ribeiro vai se filiar ao DEM




 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros