Após impeachment do prefeito de Caxias, secretários e CCs da administração pedem exoneração - Política - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Cassação de Daniel Guerra23/12/2019 | 12h34Atualizada em 23/12/2019 | 12h34

Após impeachment do prefeito de Caxias, secretários e CCs da administração pedem exoneração

Principais cargos da prefeitura ficarão vagos até a nomeação de nova equipe

Após impeachment do prefeito de Caxias, secretários e CCs da administração pedem exoneração Lucas Amorelli/Agencia RBS
Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

Os secretários e cargos em comissão (CC) da administração de Daniel Guerra (Republicanos) não respondem mais pelas funções que desempenhavam nos últimos três anos. Toda a equipe pediu exoneração ainda no domingo (22), após a votação que confirmou o afastamento de Guerra.

Leia mais
Reunião na Câmara de Vereadores deve definir próximos passos após afastamento do prefeito de Caxias
Com publicação de edital, cassação do mandato do prefeito de Caxias do Sul está decretada
Prefeito afastado de Caxias se manifesta sobre o impeachment: "maior ataque à democracia"
"Discordo que seja vingança do ex-vice-prefeito", diz Ricardo Fabris, autor do pedido de impeachment de Daniel Guerra
"Eu não concordo com tudo. Briguei com ele", diz Renato Nunes sobre conselhos a Guerra
Prefeito afastado de Caxias do Sul malhava em academia no momento da votação 

O entendimento é que não faz sentido permanecer nos cargos se o chefe do Executivo não estará mais presente. Alguns integrantes da administração, inclusive, recolheram os pertences dos gabinetes ainda na sexta-feira (20), diante da tendência de confirmação do impeachment.

Conforme apurado pela reportagem, todas as portarias confirmando a saída dos cargos já foram assinadas. Os documentos, no entanto, ainda não foram publicados porque não houve, nesta segunda-feira (23), edição do Diário Oficial do Município devido ao ponto facultativo de Natal.

Com as exonerações, todos os cargos ficam vagos até que Flávio Cassina (PTB), que assume o cargo temporariamente até novas eleições indiretas, nomeie uma nova equipe. Também não deve ocorrer transição entre os secretariados porque mais nenhum integrante do alto escalão de Guerra possui atribuições legais junto ao município.

Na manhã desta segunda-feira (23), um grupo de vereadores se reuniu na Câmara para definir os próximos passos da troca de governo. Entre os participantes estavam o novo prefeito, Flávio Cassina (PTB) e a vereadora Paula Irois (PSDB), que assume a presidência do Legislativo. Os assuntos encaminhados na reunião serão informados em uma entrevista coletiva que será concedida por Paula às 14h desta segunda. Cassina deve se manifestar somente às 9h desta terça-feira já no gabinete do prefeito.

Leia também
Prefeitura de Caxias autua Visate por falhas na prestação de serviço
Homem é morto a tiros perto do Estádio Centenário, em Caxias do Sul
Motociclista embriagado colide contra viatura da Brigada Militar em Caxias do Sul 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros