Câmara de Caxias aprova projeto que transforma em lei bênção dos freis capuchinhos na Praça Dante - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Religiosidade 22/10/2019 | 13h21Atualizada em 22/10/2019 | 13h35

Câmara de Caxias aprova projeto que transforma em lei bênção dos freis capuchinhos na Praça Dante

Texto institui que celebração deva ocorrer nas semanas que antecedem o Natal

Câmara de Caxias aprova projeto que transforma em lei bênção dos freis capuchinhos na Praça Dante Roni Rigon/Agencia RBS
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

A Câmara de Caxias aprovou na sessão ordinária desta terça-feira (22), por unanimidade, o projeto de lei que institui a realização da bênção dos Freis Capuchinhos nas imediações da Praça Dante Alighieri. A proposição ganha especial destaque neste ano, em que a prefeitura não permitiu a realização da tradicional programação religiosa no entorno da principal praça da cidade. 

Leia mais  
Câmara de Caxias vota nesta terça projeto que transforma em lei bênção dos capuchinhos na Praça Dante 

O texto, de autoria do vereador Velocino Uez (PDT), define que a celebração ocorra na via paralela na praça em dezembro, nas semanas que antecedem o Natal. O projeto tramita no Legislativo desde meados de 2017. A proposta ingressou para votação no dia 26 de setembro, mas recebeu pedido de vistas por dez dias.  

Porém, mesmo com a aprovação do projeto pela Câmara, os freis capuchinhos já definiram que a atividade não vai ocorrer nas imediações da praça. A benção está prevista para o dia 11 de dezembro, em dois pontos distintos da cidade de forma concomitante: na Igreja da Paróquia Imaculada Conceição (Capuchinhos), no bairro Rio Branco, e na Catedral, no Centro, das 9h às 18h.  

A atividade ocorre desde 2003, com a presença de cerca de vinte freis que, durante o dia, distribuem para milhares de pessoas a bênção.  Os freis ficavam em vários pontos da praça onde as pessoas formavam filas para receber as bênçãos.  

Agora, com a aprovação dos vereadores, o projeto segue para sanção ou veto do prefeito Daniel Guerra (Republicanos). Caso seja vetado, retorna para a Câmara, que pode derrubar o veto por maioria de votos e promulgar a nova legislação.  

A negativa da prefeitura em oferecer a praça para a realização da bênção dos freis é um dos itens contidos no sétimo pedido de impeachment do prefeito, que está em trâmite no Legislativo caxiense.  

Projeto de suspensão de proibição de eventos no espaço público tramita no Legislativo  

Passa por análise da Comissão de Constituição e Justiça (CCJL) da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul projeto que que prevê a suspensão dos efeitos do decreto do Executivo municipal que exige autorização para a realização de eventos em ambientes públicos do município. O projeto é resultado de duas iniciativas do mesmo teor que foram transformados em uma única proposta.    

Uma é de autoria da vereadora Denise Pessôa (PT) e outra da bancada do PSB na Câmara, composta pelos vereadores Edio Elói Frizzo, Alberto Meneguzzi e Edi Carlos Pereira de Souza. O projeto do PSB foi anexado ao da petista por ter sido o de Denise protocolado primeiro. 

Leia também:
Confira oito motivos para visitar Vacaria 
Encontro desta terça-feira à noite, em Caxias, trata da perpetuação de línguas como talian, indígena e afro
Prefeitura de Caxias do Sul publica julgamento financeiro de licitação para UPA Central 

 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros