"Agressão à democracia", afirma Daniel Guerra sobre vereadores que votaram a favor a pedido de impeachment - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Resposta03/09/2019 | 13h48Atualizada em 03/09/2019 | 13h57

"Agressão à democracia", afirma Daniel Guerra sobre vereadores que votaram a favor a pedido de impeachment

Prefeito alegou que processo tinha intuito de "prejudicar a cidade"

"Agressão à democracia", afirma Daniel Guerra sobre vereadores que votaram a favor a pedido de impeachment Lucas Amorelli/Agencia RBS
Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

A sexta tentativa de impeachment do prefeito de Caxias do Sul, Daniel Guerra (PRB), foi rejeitada na manhã desta terça-feira (03) pela Câmara de Vereadores. Quatorze parlamentares foram contrários ao prosseguimento da denúncia, enquanto oito se posicionaram favoráveis.

Em nota, o prefeito Daniel Guerra lamentou os vereadores que deliberaram a continuidade do pedido:

"A comunidade caxiense rejeita completamente o uso desse tipo de manobra que só tem um intuito: prejudicar a nossa própria cidade. Lamentamos que alguns vereadores tenham votado a favor de um pedido completamente descabido, o que revela uma agressão ao sagrado voto dos caxienses e à própria democracia", diz a nota.

Desta vez, o documento foi assinado por Jefferson Côrtes Torres, subprefeito de Vila Oliva no primeiro ano do Governo Guerra. Na denúncia, o autor apresentou como motivo para afastamento do prefeito a realização de uma obra em um terreno particular, correspondente ao estacionamento do aeroporto de Caxias do Sul.  

Leia também
Autor de pedido de impeachment do prefeito de Caxias do Sul é suspenso do PSD
Declarações do prefeito de Bento Gonçalves são música para oposição a Daniel Guerra
Palestra de prefeito de Bento Gonçalves sugere movimento velado de provocação a Daniel Guerra

o velado de provocação a Daniel Guerra

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros