Vereadores adotam tom ofensivo ao questionar secretária do Turismo de Caxias - Política - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Legislativo20/08/2019 | 17h29Atualizada em 20/08/2019 | 17h45

Vereadores adotam tom ofensivo ao questionar secretária do Turismo de Caxias

Presidente do Legislativo chamou a atenção de parlamentar para manifestações

Vereadores adotam tom ofensivo ao questionar secretária do Turismo de Caxias Gabriela Bento Alves / Câmara de Vereadores/Câmara de Vereadores
Renata Carraro esteve na Câmara de Vereadores nesta terça-feira Foto: Gabriela Bento Alves / Câmara de Vereadores / Câmara de Vereadores

A secretária do Turismo de Caxias do Sul, Renata Carraro, respondeu a questionamentos dos vereadores sobre a decisão de mudança de região turística do município na atualização do Mapa do Turismo Brasileiro. A secretária compareceu à convocação do Legislativo, na manhã desta terça-feira (20).

Leia mais
Na Câmara, secretária volta a defender Caxias na Região das Hortênsias

Após argumentar por 20 minutos, Renata ouviu questionamentos complementares dos vereadores. O que serviria para aprofundar os esclarecimentos, no entanto, acabou saindo do controle. Das cerca de 20 perguntas feitas por oito vereadores, ao menos oito delas fugiram do tema da convocação, que era dedicada exclusivamente para o impasse envolvendo a mudança de região.

Próximo ao fim dos pronunciamentos, os vereadores Alberto Meneguzzi (PSB) e Rafael Bueno (PDT) fizeram críticas pessoais à representante do Poder Executivo. Meneguzzi classificou Renata como imoral  por ter participado de concurso da própria pasta. 

— É uma prática indecente, imoral e antiética e representa seu aval à velha política — disparou Meneguzzi.

Já Bueno precisou ser interrompido pelo presidente do Legislativo, Flavio Cassina (PTB), após questão de ordem do parlamentar da base de governo, Elisandro Fiuza (PRB), que pediu calma ao pedetista, que desferiu sequência de provocações a Renata.

—Queria pedir se a senhora não se envergonha de ter sido beneficiada nesse concurso que a senhora mesmo criou, deu um jeitinho de ser beneficiada — disse Bueno.

O pedetista trouxe outros assuntos, como o fato de Daniel Guerra ter sido secretário de Turismo do Governo José Ivo Sartori (MDB) e as viagens realizadas pelo atual chefe de Gabinete, Chico Guerra (PRB). E ainda citou o noivo da secretária, que é cargo de confiança do Governo Guerra. Por fim, disse que os vereadores levam "xixi" de secretários de Turismo de outros municípios pela "incompetência" de Renata.

Cassina interrompeu:

— A pessoa que é convidada a vir aqui tem a nossa proteção, não podemos ofender, não podemos  pessoalizar, um pouquinho de cuidado nas palavras, vereador Rafael — recomendou Cassina.  

O presidente pediu ainda que Bueno não retrucasse suas palavras.

Com o volume considerável de perguntas, a secretária do Turismo acabou não esclarecendo muitas das questões requisitadas pelos primeiros parlamentares que se pronunciaram.

Leia também
Prefeitura de Bento Gonçalves vai contratar 15 educadores sociais
Comandante do 12º BPM é sondado pelo PSL de Caxias do Sul para concorrer a vice-prefeito
Prefeito de Caxias do Sul viaja para o Paraná e seu chefe de Gabinete e irmão para os EUA

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros