Recadastramento biométrico está em andamento em cinco cidades da Serra - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Serviço12/08/2019 | 20h08Atualizada em 12/08/2019 | 20h08

Recadastramento biométrico está em andamento em cinco cidades da Serra

Revisão acontece em Farroupilha, Canela, Bento Gonçalves, Gramado e Vacaria

Recadastramento biométrico está em andamento em cinco cidades da Serra Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

Cinco municípios Serra estão com o processo de recadastramento biométrico em andamento: Farroupilha, Canela, Vacaria, Gramado e Bento Gonçalves. A quatro meses do prazo final para o encerramento da revisão biométrica em Farroupilha, o Cartório Eleitoral da cidade recebeu 32.900 atualizações do total de 55.580 eleitores – o número representa 59%. O recadastramento termina no dia 11 de dezembro deste ano.

O chefe do Cartório Eleitoral de Farroupilha, Alexandre Boh- rer, conta que, no início do trabalho, em março, os servidores conseguiram manter a meta de 100 atendimentos por dia. Agora, esse número caiu para 70 atendimentos em média.

– Hoje não temos filas, mas se os eleitores deixarem para o prazo final, vai ocorrer fila longa igual ao que aconteceu em Caxias – prevê Bohrer.

O chefe do cartório diz que, baseado no histórico de outros municípios da região, a previsão é de atingir 80% do total de eleitores.

– Nunca se atingiu o número previsto porque muitas pessoas já deixaram a cidade.

Segundo Bohrer, a previsão é de realizar o recadastramento de cerca de 45 mil eleitores até a data final.

O Cartório Eleitoral de Canela, na Região das Hortênsias, também está realizando o recadastramento biométrico. Com um total de 31.413 eleitores, a revisão foi atualizada até o momento por 13.453 pessoas, ou seja, atingiu 43% da meta. Apesar de o percentual estar abaixo comparado com o de Farroupilha, o prazo final para a revisão em Canela termina em 11 de março do ano que vem.    

Apesar dos sete meses para o fim do serviço, a chefe substituta do Cartório Eleitoral de Canela, Gisele Schell, lamenta a baixa procura. O órgão recebe em média 40 pessoas por dia, enquanto a meta estabelecida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) é de 72 pessoas por dia.

– Durante a semana, o movimento tem sido bem baixo. Já nos plantões de final de semana, que são realizados uma vez por mês, o número aumenta para 200 eleitores. A divulgação nos postinhos de saúde nos ajuda, mas não atinge o número que a gente precisa.

Se não aumentar o número de atualizações diárias, Gisele prevê que muitos eleitores vão deixar para fazer o recadastramento no último mês.

– Não é o ideal (deixar para o último mês) – lamenta.

Em Caxias do Sul, 48 mil  eleitores tiveram o título eleitoral cancelado porque não comparecerem para realizar o recadastramento em 2016. Atualmente, 27.576 eleitores permanecem com o documento cancelado.

Os municípios de Bento, Gramado e Vacaria atingiram 49%, 35% e 32% da meta prevista para cada cidade, respectivamente. Porém, o prazo para o recadastramento vai até 2022.

Leia também:
"Hora de voltar a ter cabeça de chapa", defende presidente do MDB sobre candidatura a prefeito
Suspensão do mandato do irmão do prefeito por 60 dias ainda está em análise na Câmara de Caxias
Guerra de sindicâncias deixa relação insustentável na Secretaria da Segurança de Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros