Festa de três dias e viagens internacionais: MP diz que família denunciada em Farroupilha tinha estilo de vida incompatível com a renda - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Suposto desvio de recursos31/07/2019 | 13h44Atualizada em 31/07/2019 | 14h06

Festa de três dias e viagens internacionais: MP diz que família denunciada em Farroupilha tinha estilo de vida incompatível com a renda

Raul Herpich e três familiares foram denunciados por formação de quadrilha e apropriação indébita de recursos de cooperativas habitacionais

Festa de três dias e viagens internacionais: MP diz que família denunciada em Farroupilha tinha estilo de vida incompatível com a renda Arquivo Câmara de Vereadores de Farroupilha/Divulgação
Raul Herpich é suplente de vereador Foto: Arquivo Câmara de Vereadores de Farroupilha / Divulgação

O Ministério Público (MP) aponta, em denúncia oferecida nesta terça-feira (30), que a família do suplente de vereador Raul Herpich (PDT) de Farroupilha tinha estilo de vida incompatível com a renda declarada. Além do político, a esposa dele, Marilde Puhl Herpich, e os filhos do casal, Bruna Herpich e Guilherme Herpich, foram denunciados por formação de quadrilha e apropriação indébita de recursos de cinco mil integrantes de cooperativas habitacionais.

O MP diz que Guilherme, que declarou ganhos mensais de R$ 5,7 mil em 2014, postou fotos em redes sociais de viagens internacionais. Entre os destinos, estão cidades da Alemanha, Inglaterra, Holanda, Estados Unidos, Argentina e Uruguai, por exemplo. Ainda de acordo com o MP, o casamento dele está marcado prevendo uma festa de três dias em Búzios, no Rio de Janeiro. Também em 2014, a promotoria encontrou provas de que ele comprou um apartamento avaliado em R$ 365 mil, com pagamento de R$ 245 mil com recursos próprios. 

Leia mais
MP denuncia suplente de vereador de Farroupilha por formação de quadrilha
Operação sequestra bens de vereador suspeito de desviar R$ 1,1 milhão em Farroupilha
Após investigação do Ministério Público, vereador de Farroupilha comunica ausências em sessões
Cooperativa habitacional de Farroupilha destitui vereador da presidência
Comissão de Ética vai apurar se suplente de vereador em Farroupilha quebrou decoro  

No caso de Marilde e Bruna, o MP aponta como indícios de irregularidades o fato de que ambas declaram ser isentas no pagamento do Imposto de Renda, mas compraram um apartamento no valor de R$ 424 mil — desse total, R$ 270 mil já quitados. A filha também postou em redes sociais fotos de viagens para os Estados Unidos e Jamaica, além de registros da festa de formatura que, no entendimento do MP, demonstram um gasto "evidentemente elevado".

Ainda conforme o MP, Herpich tinha como renda o salário de vereador e a aposentadoria em 2016, num total de R$ 118 mil por ano. 

A reportagem tentou contato com Herpich por celular e com o telefone fixo da família na manhã desta quarta-feira (31), mas não foi atendida. 

Leia também
Abertas as inscrições para concurso público da prefeitura de Vila Flores
Relatório aponta que situação da UPA de Caxias piorou em quatro meses
Prefeitura de Caxias vai recorrer de liminar que suspende lei que regulamenta atuação de motoristas por aplicativo 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros