Quase um ano após a apresentação, Plano de Mobilidade Urbana de Gramado é enviado à Câmara - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Projeto para 20 anos18/06/2019 | 13h34Atualizada em 18/06/2019 | 14h06

Quase um ano após a apresentação, Plano de Mobilidade Urbana de Gramado é enviado à Câmara

A principal ação é a construção de um novo terminal rodoviário em uma área entre a RS-235 e a RS-115

Quase um ano após a apresentação, Plano de Mobilidade Urbana de Gramado é enviado à Câmara Cleiton Thiele/SerraPress,Divulgação
Plano foi apresentado em agosto de 2018 Foto: Cleiton Thiele / SerraPress,Divulgação

Quase um ano após apresentação do Plano Municipal de Mobilidade Urbana, a prefeitura de Gramado encaminhou à Câmara de Vereadores o projeto de lei que irá oficializar as mudanças previstas para os 20 anos no trânsito da cidade. O texto, com 600 páginas, foi entregue nesta segunda-feira (17) pelo prefeito Fedoca Bertolucci (PDT) ao presidente do Legislativo, Rafael Ronsoni (Progressistas).

O plano, apresentado em agosto de 2018, recomenda investimentos na infraestrutura de bairros da cidade para descentralizar os serviços. A principal ação é a construção de um novo terminal rodoviário em uma área entre a RS-235 e a RS-115, com um estacionamento público ao lado. A intenção é fazer com que os turistas que chegam à cidade de carro, deixem o veículo na área e usem ônibus para acessar o centro. Também está prevista a construção de um anel viário para desviar o trânsito de passagem do centro, já que atualmente tanto a RS-235 quanto a RS-115 cruzam a área urbana. Dentro da proposta de descentralização também está prevista a mudança de endereço da prefeitura, que atualmente fica na área central. Como as melhorias de mobilidade exigem ações que extrapolam investimentos viários, o projeto completo é chamado de Agenda Estratégica para o Desenvolvimento Sustentável 2018-2040.

— Não conseguiríamos resolver o problema da mobilidade urbana sem organizar a cidade como um todo. Se trabalha para que o cidadão vá ao centro, mas também consiga resolver sua vida no bairro — afirma o secretário de Trânsito e Mobilidade Urbana, Luiz Evandro Sá Quevedo.

Leia mais
Plano Municipal de Mobilidade Urbana de Gramado prevê descentralizar serviços
Gramado planeja transferir prefeitura de endereço em até cinco anos
Três das maiores cidades da Serra começam a implantar medidas previstas no Plano de Mobilidade
Caxias pode ser impedida de receber novos recursos federais para obras viárias

As recomendações do Plano de Mobilidade foram baseadas em estudos de deslocamento de moradores e turistas, contagem de veículos e análise do funcionamento do transporte público. Os dados foram coletados ao longo do primeiro semestre do ano passado. Após a apresentação, foram colhidas sugestões da comunidade e discutidos detalhes. A partir disso, algumas ações inicialmente previstas foram modificadas. O binário na área central, por exemplo, envolverá as ruas Garibaldi e São Pedro e não mais a São Pedro e a Av. Borges de Medeiros. Dessa forma, no futuro, quando parte das obras e o binário forem implantados, a intenção é transformar a Borges de Medeiros, no centro, exclusiva para pedestres.

Com o envio do texto à Câmara de Vereadores, a proposta agora vai passar por discussões que devem se estender até depois do recesso parlamentar, marcado para a segunda quinzena de julho. Conforme a procuradora da Casa, Sônia Molon, o projeto foi lido na sessão desta segunda-feira e agora vai passar por uma análise jurídica prévia. Em seguida, será analisada pela Comissão de Legislação e Redação Final, que verifica se o texto é constitucional. Depois o projeto será debatido na Comissão de Infraestrutura, Turismo, Desenvolvimento e Bem-Estar Social, que deve marcar uma audiência pública para discutir o assunto, conforme prevê o regimento.

— Não vai tramitar menos do que 30 dias. É um projeto muito importante para a cidade, então tem que ser muito discutido — projeta Sônia. 

Leia também
Em prestação de contas, Chico Guerra dá poucas perspectivas de benefícios concretos para Caxias após viagens
Sobe para 32 o número de focos do mosquito Aedes aegypti em Caxias do Sul
Preso não é apresentado pela Susepe e audiência sobre chacina é cancelada em Caxias do Sul

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros