Chefe de Gabinete da prefeitura de Caxias terá de explicar viagens - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Câmara06/06/2019 | 15h02Atualizada em 06/06/2019 | 15h02

Chefe de Gabinete da prefeitura de Caxias terá de explicar viagens

Convocação de Chico Guerra foi aprovada pelo Legislativo nesta quinta-feira

Chefe de Gabinete da prefeitura de Caxias terá de explicar viagens Matheus Teodoro/Divulgação
Foto: Matheus Teodoro / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

A Câmara aprovou na sessão desta quinta-feira (6) a convocação do chefe de Gabinete da prefeitura de Caxias e vereador licenciado, Chico Guerra (PRB). Ele terá de ir ao plenário prestar esclarecimentos sobre viagens realizadas por ele recentemente, representando o município. O requerimento que convoca Chico é assinado pelos vereadores Rodrigo Beltrão (PT), Alceu Thomé (PTB), Denise Pessôa (PT) e Renato Oliveira (PCdoB). 

Leia mais
Viagem de prefeito Daniel Guerra a Fortaleza gera discussão no Legislativo
Viagem à Itália para assinatura de pacto de amizade entre Caxias do Sul e Corbola custou R$ 26 mil 

Os parlamentares querem saber as ações e resultados obtidos com as viagem oficiais de representação que Chico fez à Itália, em março deste ano, e a Fortaleza, no Ceará, em maio. Também querem saber a finalidade de outras viagens programadas para junho: a Brasília, na 27º Expotchê; e a São Paulo, na 14ª ISC Brasil _ Feira e Conferência Internacional de Segurança. 

— É função da Câmara fiscalizar as ações do prefeito (do Executivo), ainda mais diante do desprezo (do Executivo) com o Legislativo. Além disso, a gente está usando a mesma régua que o prefeito usava quando era vereador, época que cobrava sobre esse tipo de viagem. Agora, nós queremos saber se essas viagens do chefe do Gabinete atendem ao interesse público — disse Beltrão. 

Chico permaneceu 17 dias na Itália. Até o dia 5 de abril, ficou em Corbola para participar da assinatura do pacto de amizade com Galópolis. Após, seguiu para Roma. Conforme a prefeitura, na segunda parte da agenda, Chico foi recebido pelo segundo e terceiro escalões das representações brasileiras na Itália — esteve no Ministério de Relações Exteriores e Cooperação Internacional e na Embaixada Brasileira na Itália. O custo com a viagem do chefe de Gabinete, entre passagens e diárias, foi de R$ 18.425,10.

Em Fortaleza, ele participou, de 28 de maio a 2 de junho, do Congresso Brasileiro de Direito e Saúde. Ele estava acompanhado do irmão, o prefeito Daniel Guerra (PRB)

Nas próximas viagens previstas e que são questionadas pelos vereadores, os dois estarão juntos. Em Brasília, fica de 10 a 12 de junho. O valor em diárias para cada um é de R$ 1.199. De 24 a 27, estarão em São Paulo. O valor em diárias para cada um é de R$ 1.708.

Leia também
Presidente Bolsonaro divulga foto de visita a Neymar
Cartórios eleitorais de Bento e Farroupilha alertam para prazos de cadastro de digitais
Caxias do Sul passa a ter lei para incentivar realização de filós

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros