"Adiló é a bola da vez", diz presidente do PTB sobre candidatura à prefeitura de Caxias - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Eleições 202021/05/2019 | 15h55Atualizada em 21/05/2019 | 15h55

"Adiló é a bola da vez", diz presidente do PTB sobre candidatura à prefeitura de Caxias

Apesar da manifestação, Gilberto Meletti não confirma se o partido apresentará um nome para cabeça de chapa ou para vice

"Adiló é a bola da vez", diz presidente do PTB sobre candidatura à prefeitura de Caxias Juliane Ribas/Divulgação
Foto: Juliane Ribas / Divulgação

O PTB não esconde o desejo de apresentar o nome do vereador Adiló Didomenico para concorrer à prefeitura de Caxias do Sul na eleição do próximo ano. E o petebista já adota toda a pinta de postulante ao cargo. Ele foi apresentado como pré-candidato a prefeito em evento do partido na última sexta-feira, na Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC). O ex-vereador Zoraido Silva escreveu no início da madrugada de sábado, dia 18, em seu perfil em uma rede social:

–  Pré-candidatos a vereadores e vereadoras para as eleições municipais de 2020. O PTB de Caxias do Sul já está trabalhando para entrar na disputa com nominata completa de homens e mulheres. Encontro realizado nesta sexta-feira, dia 17, reuniu lideranças de Caxias e da região. O vereador Adilo Didomenico é o pré-candidato a prefeito no ano que vem.

Apesar da manifestação de euforia de Zoraido, o presidente do PTB, Gilberto Meletti, adota um tom mais cauteloso e não confirma se o partido apresentará um nome para cabeça de chapa ou para vice.

– Nas últimas quatro eleições, o PTB sempre esteve presente e foi parceiro. Agora achamos que esse é o momento de o PTB colocar o seu candidato, mas não posso afirmar se será candidato a prefeito ou a vice. A única coisa que temos certeza é que o partido vai participar do pleito na majoritária.

Meletti afirma que a sigla deverá definir o nome do candidato a prefeito somente no ano que vem. Na opinião dele, qualquer definição faltando um ano e meio para as eleições é precipitada, porém projeta que a candidatura seja colocada da rua antes dos 45 dias de campanha.

Meletti ressalta a representatividade e a experiência de Adiló como gestor e político, mas não garante como candidato a prefeito. 

– Ele é um gestor, mas não adianta ser apenas gestor e não ser político, ou ser só político e não ser gestor. Tem que ter as duas características. Ele é um nome em evidência, mas ainda não é o definitivo do partido. Ele (Adiló) é a bola da vez, mas ele não nos deu a palavra de que aceita ser candidato.

Para o presidente do PTB, o cenário eleitoral do próximo ano terá um grande número de candidaturas, e devem apresentar nomes de partidos como PRB, PT, PTB, MDB e PDT.

Meletti diz que, na próxima campanha, os candidatos terão que apresentar projetos para a comunidade.

– Só no oba-oba, só na conversa, só (conversa) superficial não vai convencer o povo. Eles (eleitores) querem ver propostas para depois exigir – alfineta o dirigente.

"Ninguém é candidato de si mesmo. Não posso controlar as pessoas. No momento certo, vamos avaliar (a candidatura). Agora estamos buscando um parceiro certo para construir a candidatura de 2020." Adiló Didomenico, anunciado pré-candidato pelo PTB à eleição majoritária de 2020. A prefeito ou a vice.

Leia mais:
Presidente do MDB de Caxias garante que não houve conversa com Sartori sobre candidatura a prefeito
"Quem não gostaria de ser vice do Sartori?", admite ex-prefeito de Caxias Alceu Barbosa Velho
Novo comando do PDT caxiense faz indicativo de Alceu na disputa à prefeitura de Caxias em 2020


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros