Vereadores de Caxias vão a Brasília em busca de recursos para conclusão da ampliação do Hospital Geral - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Mobilização política17/04/2019 | 18h49Atualizada em 17/04/2019 | 18h55

Vereadores de Caxias vão a Brasília em busca de recursos para conclusão da ampliação do Hospital Geral

Rafael Bueno (PDT) e Edi Carlos (PSB) viajam na próxima semana

Vereadores de Caxias vão a Brasília em busca de recursos para conclusão da ampliação do Hospital Geral Gustavo Tamagno Martins/Divulgação
Obras no HG começaram em 2014 e pararam em janeiro de 2017 Foto: Gustavo Tamagno Martins / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

Os vereadores Rafael Bueno (PDT) e Edi Carlos Pereira de Souza (PSB) vão a Brasília na próxima semana em busca de recursos para a conclusão das obras de ampliação do Hospital Geral (HG), de Caxias do Sul. Rafael é presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Término das Obras de Ampliação do HG e Edi Carlos é integrante da Frente. Eles levarão a demanda a senadores, deputados federais e representantes da pasta da Saúde para reforçar a importância da conclusão, principalmente porque o hospital é referência para 49 cidades na Serra Gaúcha, tem o atendimento 100% pelo SUS e abrange mais de um milhão de pessoas.

Não está oficializada reunião com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. A possibilidade é de encontro com o número 2 do ministério, o secretário-executivo João Gabardo, ex-secretário estadual da Saúde do governo José Ivo Sartori (MDB).

O diretor-geral do HG, Sandro Junqueira, e o diretor-executivo da Fundação Universidade Caxias do Sul (Fucs), Gilberto Quissini, que administra o HG, estarão em Brasília para acompanhar as reuniões marcadas para terça (23) e quarta-feira (24). Os vereadores viajam na segunda (22) e voltam na quarta-feira à noite. A direção do HG e da Fucs buscarão verbas também para o custeio do hospital.

Obras

A obra de ampliação do HG, que busca amenizar problemas com falta de leitos hospitalares e melhorar o atendimento na área materno-infantil, começou em 2014 e está parada desde janeiro de 2017. A estrutura dos sete andares está pronta, faltam acabamentos e aberturas.

Nos quatro primeiros andares estão UTIs, ala pediátrica e leitos para internações. Para essa conclusão, seriam necessários pelo menos R$ 6,5 milhões, e para a totalidade dos sete andares, outros R$ 10 milhões.

— Acredito que a presença de políticos no centro do poder, juntamente com os gestores do Hospital Geral, é fundamental para detalharmos a importância da conclusão das obras — defende Rafael.

Diárias


Os vereadores receberão, cada um, duas diárias com pernoite e uma simples, o que soma R$ 1.225. A passagem de ida custa R$ 2.221,34 e a de volta, R$ 1.352,35. Eles receberão mais R$ 250 para deslocamentos. O total de cada vereador será de R$ 5.048,69.

Leia mais  
MP investiga secretárias sócias em Caxias do Sul
Democratas de Caxias do Sul garante que terá candidato a prefeito

 
 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros