"Mandamento" de Moro até parece recado ao governo Daniel Guerra - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Mirante08/04/2019 | 07h00Atualizada em 11/04/2019 | 14h39

"Mandamento" de Moro até parece recado ao governo Daniel Guerra

Ministro escreveu no Twitter que "o poder público não é um negócio de família". Já o irmão do prefeito tem cargo na administração municipal

"Mandamento" de Moro até parece recado ao governo Daniel Guerra Marcelo Camargo/Divulgação
Foto: Marcelo Camargo / Divulgação

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, publicou no Twitter, sábado, dez mensagens de uma campanha interna para reforçar práticas éticas entre os servidores. Os chamados "dez mandamentos"  (confira abaixo) de Moro provocaram muitas reações. O teor motivou críticas e ironias especialmente no que se refere à influências de familiares do presidente Jair Bolsonaro (PSL) no governo – a participação dos filhos Flávio, Carlos e Eduardo têm sido fator de polêmicas e desgaste. Também há questões como as denúncias envolvendo laranjas do PSL e do pedido de desculpas do chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, aceito por Moro, no caso do caixa 2.

Leia mais  
Ex-vice-prefeito de Caxias faz foto inspirado em Sergio Moro

Entre os tópicos citados pelo ministro, um deles parece até recado para o prefeito de Caxias, Daniel Guerra (PRB), admirador de Moro. É o de número quatro, que diz: “O poder público não é um negócio de família”. 

Vale lembrar a presença do irmão do prefeito na administração, o vereador licenciado Chico Guerra (PRB), como chefe de Gabinete. Também tem os cargos em comissão (CCs) do governo envolvendo, por exemplo, uma ex-cunhada do prefeito e um concunhado de Chico. 

No pedido de impeachment do prefeito, feito pelo ex-vice Ricardo Fabris de Abreu (Avante) e que acabou não sendo acolhido pelo plenário da Câmara de Vereadores em fevereiro, o autor colocou um item denominado “Nepotismo, negócio de família e ação entre amigos”. Tais relações são alvo de manifestações frequentes de vereadores de oposição em tom crítico.  

As mensagens de Moro

:: 1) Todos nós somos responsáveis pela integridade, reputação e imagem do Ministério.

:: 2) O combate à impunidade é nosso dever.

:: 3) A transparência é a nossa regra, sigilo é exceção.

:: 4) O poder público não é um negócio de família.

:: 5) Respeite o colega de trabalho. Trate todos com urbanidade.

:: 6) O interesse público deve sempre prevalecer.

:: 7) Nós não devemos receber presentes ou qualquer outra vantagem pessoal.

:: 8) Se tiver que escolher entre o fácil e o certo, opte pelo certo.

:: 9) A sociedade quer ação do agente público, nunca acomodação.

:: 10) Participe da gestão do Ministério. A Ouvidoria é o nosso canal.

Leia também
Ministro Osmar Terra lança nome de Sartori para presidir MDB nacional
Os políticos nas reuniões-almoço 

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros