Nova presidente do PDT quer unificar a sigla - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 

Mirante10/01/2019 | 21h00Atualizada em 11/01/2019 | 09h21

Nova presidente do PDT quer unificar a sigla

Maria Aparecida Stecca, a Cida, é liderança comunitária histórica

Nova presidente do PDT quer unificar a sigla Roni Rigon/Agencia RBS
Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

Com Alceu Barbosa Velho e Vinicius Ribeiro licenciados da presidência do PDT caxiense, e Edson Néspolo cuidando da Gramadotur, em Gramado, restam os vereadores como as lideranças de mais visibilidade no partido. A presidente que assume a Executiva, Maria Aparecida Stecca, a Cida, é liderança comunitária histórica e reconhecida, mas sem o trânsito e o peso político dos pedetistas de ponta. A presidência cai em seu colo no momento em que o PDT se esfarela.

Leia mais:
Após derrotas eleitorais, crise aflora no PDT de Caxias do Sul
"Muito difícil voltar atrás", diz Vinicius Ribeiro
Vinicius Ribeiro pede licença do PDT caxiense

Para hoje à tarde, está previsto um encontro da Executiva com Vinicius para assinatura dos documentos para a formalização de sua saída. A partir daí, Cida estará apta a ser oficializada no cargo. Com ela, restaram na Executiva Maurício Flores, tesoureiro, Jorge Luiz Dutra, que era suplente, e Zenite de Jesus, que também era suplente. O vereador Rafael Bueno tem dois votos, por ser líder de bancada. Uma nominata praticamente sem pedetistas históricos ou mais conhecidos.

O desafio que Cida está se propondo é construir uma Executiva capaz de unificar o partido na eleição prevista para maio.

Mais uma controvérsia

Há uma controvérsia em torno da composição da Executiva do PDT, o que também explicita o momento do partido. Jaison Barbosa, que foi conduzido à secretaria geral, teve seus direitos políticos suspensos em processo por improbidade administrativa quando foi secretário municipal de Turismo, com recurso julgado inclusive pelo STF. E o estatuto do partido prevê o cancelamento da filiação partidária em caso de perda de direitos políticos.

Cida confirma que Jaison ainda integra a Executiva.

_ Ele não tem direito a voto. Não pode votar nem ser votado _ define ela.

O vereador Rafael Bueno diz que Jaison não pode fazer parte.

Leia também:
Tarifa do transporte intramunicipal, de Caxias, aumenta na semana que vem
Frase que faz crítica a Daniel Guerra é apagada e reescrita em obra de arte interativa em Caxias



 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros