Crítica aos debates sobre impeachment do prefeito Daniel Guerra provoca reação - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Debate político na rede05/01/2019 | 08h42Atualizada em 05/01/2019 | 08h42

Crítica aos debates sobre impeachment do prefeito Daniel Guerra provoca reação

Presidente da Associação Brasileira do Mercado Imobiliário afirmou em rede social que assuntos que gerem resultados não são debatidos pelos vereadores, e provocou resposta de Elói Frizzo

Crítica aos debates sobre impeachment do prefeito Daniel Guerra provoca reação Marcelo Casagrande/Agencia RBS
A postagem serviu como crítica aos vereadores, mas também ao governo Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Comentário do presidente da Associação Brasileira do Mercado Imobiliário (ABMI) e executivo da Prolar Imobiliária Inteligente, Fernando Gonçalves dos Reis, no Facebook, sobre o fato de os pedidos de impeachment do prefeito Daniel Guerra (PRB) protagonizarem o debate político, gerou reações. A postagem serviu como crítica aos vereadores, mas também ao governo.

Leia mais  
Presidente da Câmara defende a admissibilidade do pedido de impeachment de prefeito de Caxias do Sul 

“Faz dois anos que Daniel Guerra assumiu a Prefeitura de Caxias do Sul. Nesse período, até agora, o assunto mais falado nos meios políticos foi impeachment. Não se fala em atrair investimentos, não se fala em progresso. Só se fala em impeachment. Enquanto os nobres legisladores debatem sucessivos pedidos de impeachment, Caxias segue 100. 100 infraestrutura, 100 investimentos, 100 planejamento, 100 aprovar o plano diretor, 100 debater assuntos que efetivamente gerem resultados pra cidade. Tirando o Mobi Caxias, onde o poder público pouco participa, só 3 vereadores que conheço e que têm participado, pouco se fala sobre o futuro da cidade. Quantos pensam efetivamente em Caxias do Sul? e na população? Poucos. A maioria já está pensando nas eleições do ano que vem. Ou... quem sabe, desembarcar o Prefeito e assumir a prefeitura antes disso. Durma-se com um barulho desses!”, escreveu.

Vieram manifestações de apoio, mas não faltou tom crítico ao governo Guerra.

O vereador Elói Frizzo (PSB) respondeu que os vereadores não têm responsabilidade se a atual gestão é incompetente.

“Liderar a cidade, implementar seu programa de governo é competência delegada pela população aos que estão à frente do Executivo. O papel da Câmara está lá nas suas atribuições legais: legislar e fiscalizar. Não temos, enquanto Câmara, responsabilidade se os atuais gestores são amadores e incompetentes... Pedidos de impeachment são da natureza do processo democrático e direito elementar de qualquer cidadão e assim devem ser tratados”, reagiu Frizzo.

Gonçalves dos Reis rebateu: 

“O plano diretor elaborado por técnicos da prefeitura e pelo Conseplan até hoje não foi aprovado e contém itens importantes para o desenvolvimento da cidade. Visivelmente foi tratado como instrumento político do atual governo e não sob a perspectiva da importância para a cidade”, disse.

"Brincadeira"

O presidente da  Associação Brasileira do Mercado Imobiliário, em outra postagem, citou a frase de Elói Frizzo, ao final do discurso de Flavio Cassina (PTB), na posse como presidente da Câmara, na quarta-feira, conforme publicado pelo Mirante.

“Importante lembrar que ‘pau no Guerra’ significa pau na cidade, porque não há cidade que se desenvolva se não houver o mínimo de convivência democrática e respeitosa entre os poderes constitucionais, ainda que se preservem as atribuições de cada um e suas divergências”.

Frizzo disse que fez um comentário e não percebeu que o microfone estava ligado.

“Uma brincadeira com o novo presidente, que não vai muito com a latinha do prefeito, ao final de seu discurso de posse, o provocando dizendo que não tinha dado nenhum ‘pau no Daniel Guerra’, o resto é provocação de nossa imprensa”, justificou.

Na ocasião, ouviu-se claramente, ao término dos aplausos a Cassina, Frizzo dizendo: “Pau no Daniel Guerra”. 



Leia também  
Empresa avalia quais reformas são necessárias em prédio atingido por explosão em Farroupilha


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros