Chico Guerra é o novo chefe de gabinete da prefeitura de Caxias do Sul - Política - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Mudanças no Executivo31/01/2019 | 18h40Atualizada em 31/01/2019 | 18h40

Chico Guerra é o novo chefe de gabinete da prefeitura de Caxias do Sul

Vereador se licenciou do cargo na Câmara para assumir função no Executivo

Chico Guerra é o novo chefe de gabinete da prefeitura de Caxias do Sul Mateus Argenta / Divulgação/Divulgação
Chico Guerra é irmão do prefeito Daniel Guerra Foto: Mateus Argenta / Divulgação / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

A prefeitura de Caxias do Sul anunciou que o vereador Chico Guerra (PRB), irmão do prefeito Daniel Guerra (PRB), é o novo chefe de gabinete. Ele passa a compor a administração municipal a partir desta sexta-feira (01). A portaria de nomeação foi entregue nesta quinta-feira (31). 

Leia mais
Vereador Chico Guerra assumirá cargo na prefeitura de Caxias do Sul
Elisandro Fiuza deixa prefeitura e retorna à Câmara de Vereadores de Caxias

Em seu lugar, na Câmara, assume o suplente Tibiriçá Viana Maineri. Ele estava na Coordenadoria de Acessibilidade que, agora, será comandada pela servidora Cassandra Gomes Ramos. 

Outras mudanças no secretariado também foram anunciadas nesta quinta. O vereador Renato Nunes (PR) assume a Secretaria da Habitação, até então comandada por Elisandro Fiuza (PRB), que retorna ao Legislativo. Nunes já atuou na pasta como diretor executivo no início da atual administração. 

Cássia Andréa Azevedo Kuhn é a nova procuradora-geral do Município. Moser Copetti de Gois assume como procurador-geral adjunto. Os servidores Felipe Barreto Dal Piaz e Karin Comandulli Garcia, que ocupavam os cargos de procurador-geral e procuradora-geral adjunta respectivamente, voltam a compor a equipe de procuradores. 

No Samae, Gabriel Sperandio Milan assume a presidência. Giovani Zappas, que ocupava o cargo de diretor-presidente, passa a compor a equipe diretiva da autarquia. 

Patrícia Haubert, que respondia de forma interina pela Chefia de Gabinete, assume a Secretaria de Governo. 

Leia também
Iotti: Assembleia Legislativa gastará R$ 2,7 milhões com auxílio-mudança
Caxias do Sul voltará a ter representação na Assembleia Legislativa
Câmara vota acolhimento de pedido de impeachment do prefeito de Caxias na próxima semana


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros