Posse de Jair Bolsonaro espera 500 mil em Brasília - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Troca de comando31/12/2018 | 08h30Atualizada em 31/12/2018 | 08h30

Posse de Jair Bolsonaro espera 500 mil em Brasília

Solenidade está prevista para esta terça, com cortejo presidencial pela Esplanada dos Ministérios

Posse de Jair Bolsonaro espera 500 mil em Brasília Marcello Casal jr/Agência Brasil
Foto: Marcello Casal jr / Agência Brasil

A cerimônia de posse do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), na terça-feira (1º), na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, terá um esquema especial de segurança incluindo a defesa e o controle de tráfego aéreo na capital federal. Responsável pela segurança da Presidência, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) estabeleceu regras rígidas para o acesso à posse de Bolsonaro. A expectativa é de que o local receba entre 250 mil e 500 mil pessoas.

O acesso será exclusivamente para pedestres, pela Rodoviária do Plano Piloto. Lá, estarão instaladas quatro linhas de revistas pessoais, todas com detector de metal. Haverá restrição a alguns objetos, materiais e equipamentos, que não poderão ser levados pelo público, como garrafas, guarda-chuvas, fogos de artifício, apontadores de laser, animais, bolsas e mochilas, sprays, máscaras, produtos inflamáveis, armas de fogo, objetos cortantes, drones e carrinhos de bebê.

Além do público, do presidente e do vice eleitos, o esquema de segurança do GSI visa garantir também a integridade das autoridades internacionais. Segundo o ministro do GSI, estão confirmados até o momento, nove chefes de Estado e governo estrangeiros, dois vice-presidentes, oito ministros de Relações Exteriores e dois dirigentes máximos de organismos internacionais.

A cerimônia de posse inicia-se às 14h45min com o desfile do cortejo presidencial da Catedral de Brasília ao Congresso Nacional. Já a abertura da sessão solene de posse no plenário da Câmara dos Deputados está marcada para as 15h. Já às 16h30min, está previsto o pronunciamento de Jair Bolsonaro. O desfile com a faixa presidencial, do Planalto ao Palácio Itamaraty, deverá ocorrer a partir das 18h25min.

O decreto assinado pelo presidente Michel Temer e pelo ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, autoriza a interceptação e o abate de aeronaves consideradas suspeitas ou hostis pela Força Aérea Brasileira (FAB). A medida tem validade de 24 horas, a partir da 0h do dia 1º de janeiro. O decreto alcança, além de aeronaves, balões, dirigíveis e ultraleves, entre outros modelos.

Posse de Jair Bolsonaro

:: Será transmitida na íntegra por Globo, Record, RedeTV, Band, SBT e Cultura.

Comitiva caxiense em Brasília

comitiva , caxiense , posse, Jair Bolsonaro, presidente do PSL Jovem Serra gaúcha, secretário do PSL de Caxias do Sul, Leonardo Leiser
Foto: Leonardo Leiser / Divulgação

Uma comitiva liderada pelo presidente do PSL Jovem Serra Gaúcha e secretário do PSL de Caxias do Sul, Leonardo Leiser, saiu da cidade no domingo para acompanhar a posse de Bolsonaro na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, nesta terça. O grupo reuniu 22 caxienses (foto abaixo) que representarão os eleitores de Bolsonaro da cidade.

Para Leiser, prestigiar a posse de Bolsonaro será um momento de emoção.

– Hoje (domingo) aqui em Brasília só aumentou a nossa alegria em saber que, com o trabalho de anos, conseguimos eleger um presidente que nos representa. Dia 1º vai ser um marco histórico para o país. A gente acredita que o país vai ser melhor.

Esperançoso, Leiser complementa que o país vai ter um “salto gigantesco” caso Bolsonaro cumpra as promessas de campanha. Ele também ressalta que os eleitores do novo presidente serão os primeiros a manifestarem-se contra atos contrários aos prometidos em campanha.  

– Nossa expectativa é a melhor porque a gente acredita no potencial e no trabalho que o Bolsonaro vai fazer.

O gasto médio de cada integrante da comitiva é de R$ 3,5 mil entre hospedagem, passeios e alimentação.

Leia também:
Hospital Saúde encerra atividades na ala materno-infantil em Caxias
Homem morre em acidente na BR-285 em Monte Alegre dos Campos
Parte das famílias volta a ocupar neste sábado prédio atingido por explosão e incêndio em Farroupilha

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros