"Não temos nada a esconder", diz Sartori em visita a Farroupilha - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Governo do Estado07/12/2018 | 14h37Atualizada em 07/12/2018 | 15h59

"Não temos nada a esconder", diz Sartori em visita a Farroupilha

Governador vistoriou obras da Corsan na manhã desta sexta-feira

"Não temos nada a esconder", diz Sartori em visita a Farroupilha Felipe Nyland/Agencia RBS
Sartori ao lado do diretor de expansão da Corsan, Marcus Vinicius Caberlon, e do prefeito de Farroupilha, Claiton Gonçalves Foto: Felipe Nyland / Agencia RBS

O governador José Ivo Sartori (MDB) esteve em Farroupilha no final da manhã desta sexta-feira. Ele visitou as obras da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Corsan no bairro Santa Catarina. A previsão de conclusão é no segundo semestre de 2019 e de operação no final do ano que vem. O investimento é de R$ 11,5 milhões. 

Para a imprensa, falou da importância da obra para aumentar o percentual de esgoto tratado. Também comentou o processo de transição no governo. Sartori disse que o processo está transcorrendo com normalidade e que tem priorizado dar espaço para quem tem as informações. 

— Não temos nada a esconder e, aquilo que é público, fizemos desde o primeiro dia de governo, mostrando a realidade através da transparência e falando também a verdade — destacou. 

Apesar de ressaltar a transparência de seu governo, Sartori não respondeu a pergunta sobre os motivos que o levaram a não falar, inclusive durante a campanha eleitoral, sobre a exigência da venda do Banrisul por parte do governo federal para adesão ao Regime de Recuperação Fiscal. Questionado, calou-se.

A visita às obras do novo presídio de Bento Gonçalves e da ETE da Corsan, também em Bento, foi cancelada, porque o governador não conseguiu chegar a tempo na cidade. Ele se deslocava de helicóptero de Porto Alegre até Bento, mas não havia teto para pouso. Precisou retornar a capital e fez o trajeto até Farroupilha de carro. Chegou às 11h40min e permaneceu por cerca de meia hora. Depois, tinha compromisso particular. 

Leia também
Vereador quer suspensão do líder do governo por 60 dias no caso do "corretivo"
Aprovado orçamento de R$ 2 bilhões da prefeitura de Caxias do Sul para 2019
O que falta para Caxias ter um deputado federal

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros