Mirante: atenções se voltam para a segurança na posse de Bolsonaro - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Opinião04/12/2018 | 06h27

Mirante: atenções se voltam para a segurança na posse de Bolsonaro

Presidente eleito reagiu às manifestações contra ele como "ódio sem necessidade" e pediu que relaxem

Mirante: atenções se voltam para a segurança na posse de Bolsonaro Rovena Rosa / Divulgação/Divulgação
Bolsonaro citou os "derrotados politicamente", em mensagem no Twitter, ao se referir a ameaças Foto: Rovena Rosa / Divulgação / Divulgação

A preocupação com a segurança do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), na solenidade de posse em 1º de janeiro, que já existia, aumentou e foi colocada a público agora pelo ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Sérgio Etchegoyen. O desfile tradicional em carro aberto pode não acontecer.

Etchegoyen disse nesta segunda-feira que Bolsonaro ainda é alvo de "agressões frequentes nas mídias sociais".

– Certamente, a segurança do presidente eleito e da nova administração exigirá cuidados mais tensos – declarou após cerimônia em comemoração aos 80 anos do GSI.

Além disso, Bolsonaro postou no Twitter na noite de domingo uma mensagem pedindo que os "derrotados politicamente" relaxem, dizendo que eles pregam o ódio sem necessidade. 

"Estou vendo muitos derrotados politicamente pregando ódio sem necessidade, relaxem, cultivem o que dizem pregar que a alma fica em paz! Um conselho de quem quer ver todos bem!", escreveu.

Há alguns dias, seu filho Carlos fez uma postagem afirmando que a morte de Jair Bolsonaro "não interessa somente aos inimigos declarados, mas também aos que estão muito perto", colocando sob suspeita supostos aliados e seus interesses.

A preocupação se acentua diante do atentado sofrido em 6 de setembro, em que o então candidato levou uma facada, e do clima de ódio instalado nesta eleição. 

Leia também
Vereadores de Caxias do Sul votam parcela salarial nesta terça-feira 
Bento Gonçalves tem novos secretários de Habitação e Obras Públicas
Mirante: "Muito me honraria tê-la no governo", diz Eduardo Leite sobre Ana Amélia

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros