PSL terá candidato a prefeito de Caxias do Sul - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Eleições 202016/11/2018 | 08h32Atualizada em 16/11/2018 | 08h32

PSL terá candidato a prefeito de Caxias do Sul

Quem garante é o presidente da sigla caxiense, Sandro Fantinel

PSL terá candidato a prefeito de Caxias do Sul Whatsapp/Reprodução
Presidente eleito, Jair Bolsonaro, com o presidente do PSL caxiense, Sandro Fantinel Foto: Whatsapp / Reprodução

O PSL, partido do presidente da República eleito Jair Bolsonaro, terá candidato à prefeitura de Caxias do Sul na eleição de 2020. A confirmação é do presidente do partido em Caxias, Sandro Fantinel. Na carona da popularidade do capitão, no crescimento da bancada da Câmara Federal e na explosão de votos dos eleitos à Assembleia — tenente coronel Luciano Zucco, com 166.747 votos e o empresário Ruy Irigaray (PSL), com 102.117 — o partido caxiense terá candidato próprio para a disputa municipal. 

— Com certeza absoluta, o PSL terá um candidato a prefeito, mas não temos ideia de quem seja. Posso dizer com 100% de certeza.

Hoje, como nomes mais prováveis para a disputa a prefeito de Caxias estão os candidatos a deputado estadual Daniel Santos (7.843 votos), Ezequiel Tavares (2.276) e Fabiana Tanuri (3.943). Renato Toigo, que disputou uma cadeira de deputado federal, obteve a maior votação entre os candidatos do PSL na cidade: 11.039 votos. Segundo Fantinel, Toigo já se manifestou que não tem interesse em disputar uma nova eleição.

— Vamos dar preferência para os primeiros filiados, os que ajudaram durante a campanha eleitoral e os candidatos a deputado. O Toigo disse que, em princípio, não teria interesse de participar, mas pode mudar de ideia. O Daniel com certeza vai concorrer, a Fabiana também. O Ezequiel é bem provável que participe (da eleição).

O presidente municipal do PSL não descarta ainda a candidatura de uma "pessoa de grande influência na cidade", porém ressalta que o partido não aceitará um candidato que esteve filiado a partidos de esquerda.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a sigla caxiense tem 250 filiados ativos. Fantinel diz que o número é superior a 300 e o momento é de realizar novas filiações. 

Questionado se o partido pretende apresentar chapa pura ou uma coligação com outra sigla, Fantinel ressalta que essa diretriz será comunicada pelo próprio Jair Bolsonaro.

— O nosso comandante é um militar e nós não fazemos nada sem a ordem dele. Hoje, não saberia dar essa informação. Se a eleição fosse amanhã, seria chapa pura, mas a gente aguarda instruções.

Com forte participação na campanha de Bolsonaro, o empresário e ex-candidato a prefeito de Caxias, Milton Corlatti (DEM), é especulado para compor a chapa com o candidato definido pelo PSL.

— Temos uma relação muito boa. Lá na frente pode ser que ocorra uma coligação com o Democratas. O candidato a prefeito não será de outro partido, mas o vice pode ser de outro partido — diz Fantinel.


O QUE DIZEM


"Com certeza absoluta o PSL terá um candidato a prefeito. Pode acontecer que tenha uma pessoa de grande influência na cidade e que se coloque à disposição para concorrer a prefeito, mas não será pessoa de partidos de esquerda." Sandro Fantinel, presidente do PSL caxiense 

"Ainda estamos analisando (a candidatura própria). A Executiva municipal vai estudar junto com a estadual. Não é uma decisão só do município. Podemos considerar, sim, mas tem que saber os nomes e tem que fazer as composições. Em princípio, me falaram e estou analisando para concorrer a vereadora, mas não é nada certo. O partido tem que fazer análises e se faremos alianças. Tem muita coisa para ser resolvida até o final de ano." Fabiana Tanuri, presidente do PSL Mulher caxiense  

"Estamos esperando iniciar o ano para fazer as reuniões e definir as diretrizes do partido estadual para ver o rumo que vai ser tomado e se vai ter candidatura própria à prefeitura de Caxias. Eu acho que é válido. Se tivermos um candidato à altura do cargo, é válido. Aproveitar o Bolsonaro como presidente, com certeza favoreceria muito para a cidade. O nosso partido se tornou sólido. Não tenho essa pretensão (de concorrer a prefeito). Daniel Santos, ex-candidato a deputado estadual

* O Pioneiro não localizou os ex-candidatos Ezequiel Tavares e Renato Toigo.


 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros